SANDI BART | O Popular do Paraná
Home / Colunas / SANDI BART

SANDI BART

Sandi Bart é colunista de O Popular

O toca-discos

Já era tarde, passava de meia-noite (para uma terça-feira era tarde), os copos sobre a mesa já estavam indecisos se aceitavam ou não mais álcool, quando ele chegou, muito feliz, muito rico e muito bêbado. Pensei, por seu tom de ...

Leia Mais »

O velório

Ela desce do carro quase desmaiando, inconsolável pela perda do grande amigo. As pessoas na entrada da capela olham para ela imaginando que devia ser muito próxima do morto, pela cena. Ela precisa ser amparada para entrar no local onde ...

Leia Mais »

A serenata

O rapaz se apaixonou pela moça. Começaram a namorar. Terminaram. Voltaram. Noivaram. Terminaram novamente. Estavam nessa enrolação de vai-e-volta quando o rapaz apareceu para mim e para meu colega de música e nos contratou para fazer uma serenata para a ...

Leia Mais »

As putas do Santa Regina

Era meu primeiro emprego e eu fazia de tudo na frutaria recém aberta no bairro: desde buscar os produtos na Ceasa ainda de madrugada até a entrega das compras na casa dos clientes com uma bicicleta cargueira. Os dias eram ...

Leia Mais »

O aposentado

O aposentado está sentado no banco da praça, com um ar cansado mas tranquilo. Distribui grãos de tom levemente alaranjado às pombas. Uma brisa lhe bagunça o cabelo branco e escasso, ele levanta a cabeça. Esse vento é novo, pensa. ...

Leia Mais »

Travessa 21

São aproximadamente duas horas da tarde quando eu entro na Travessa 21 – uma rua tão abandonada que nem sequer recebeu outro nome. As demais travessas já foram todas batizadas, mas a de número 21 ainda mantém o nome provisório. ...

Leia Mais »

Uma noite ímpar

I. Da introdução Quando um bar está muito cheio, normalmente as pessoas esperam um pouco até liberar uma mesa. Não demoraria demais, não havia muita gente de pé. Mesmo assim, o segundo bar tinha uns amigos chamando a gente. II. ...

Leia Mais »

Rael

Bato à porta de forma ritmada e imagino que na sala, entre brinquedos coloridos e pequenos instrumentos musicais (entre eles uma lata de leite que se tornou uma bateria) está Rael, descobrindo a cada segundo um milhão de novas coisas. ...

Leia Mais »

A melhor ligação do telemarketing

Quanto o senhor gasta por mês com seu plano atual de telefone?, pergunta a simpática moça que me liga de um número privado. Acho estranho receber essa pergunta assim, tão diretamente. Respondo que não costumo compartilhar informações sobre minhas finanças ...

Leia Mais »

O Sapo

Foi por volta de 1993. A casa em que eu morava tinha um matagal nos fundos onde as crianças brincavam. Eventualmente alguém pisava num prego ou arrancava uma unha, e ainda assim os tempos não eram tão perigosos. As brincadeiras ...

Leia Mais »

O Fantasma de Araucária

Somos famosos no Brasil, viram? Se não viu, veja: o corredor escuro do CAIC Califórnia, à noite. Uma luz piscando, uma porta batendo violenta e insistentemente. O segurança do prédio começa a filmar. Vai até a porta, que para quando ...

Leia Mais »

Tina e Jair

“Jair. Vou embora porque não aguento mais você só me bate e fica dando chingos. Eu te amo. Tina.” Depois de tantos anos, não consegui esquecer o recado que Tina deixou para Jair quando o deixou. As melhores poesias são ...

Leia Mais »

O ano do centenário

Há centenas, talvez milhares de Araucárias em Araucária. Não as árvores: as cidades. As tantas e tantas cidades que existem dentro de um só município. Uma para cada habitante, talvez. Há uma muito receptiva às famílias de origem polonesa. Uma ...

Leia Mais »

O amor e o fundo do armário

Nunca soube me comportar direito em cerimônias. Lá em casa existe até uma anedota sobre isso: quando meu pai me perguntou quando e onde seria minha formatura do ensino fundamental eu disse que havia sido no dia anterior. Escondi a ...

Leia Mais »

Um convite

Não sei se existe algum assunto que precise necessariamente ser resolvido no período de um ano. Eu tinha uma meta em 2016: aprender a nadar. Deixando de lado as razões pelas quais não consegui cumprir o plano, eu me pergunto ...

Leia Mais »