Home / Notícias / Cultura / Remake de Dumbo e Suspíria chegam às telonas

Remake de Dumbo e Suspíria chegam às telonas


Foto: divulgação

 

Quando a história é boa, ela rende e é exatamente o que a era dos reboots e remakes de filmes clássicos estão provando. Essas novas adaptações tem o poder de despertar a nostalgia de muita gente, com isso, as salas de cinema lotam e apresentam esses filmes antigos e esquecidos, como Dumbo (1941 – 2019) e Suspíria (1977 – 2018) para uma nova geração, os transformando novamente em clássicos da cultura pop.

A Disney se tornou uma gigante no universo cinematográfico infantil e vem trabalhando em remakes de suas histórias de sucesso, como Cinderela, A Bela e a Fera e Malévola. Obtendo um resultado pra lá de positivo nas bilheterias e na crítica, o estúdio não parou apenas em suas princesas, e nesta semana estreia Dumbo.

Sendo um filme de animação bem antigo e pouco lembrado nos anos 2000, o trabalho de transformá-lo em popular novamente ficou a cargo de Tim Burtom, um recorrente diretor da Disney, conhecido por filmes como Alice no País das Maravilhas e Eduard Mãos de Tesoura. Tendo uma assinatura forte em seus longas, Burtom assumiu uma missão difícil, mas gratificante.

Com um elenco carregado de estrelas de Hollywood, a animação assumiu uma postura bem mais realista, deixando de lado a animação, o filme mescla o live-action e a técnica de captura de movimentos, tornando a experiência mais real em relação aos animais usados em cena. Ainda que muito bem avaliado pelo público, a crítica especializada fez duras observações ao roteiro de Ehren Kruger, alegando que as estrelas do longa, Dumbo e sua mãe, foram ignorados ao longo da narrativa para dar lugar a subtramas dos humanos.

Leia a sinopse

1919, Joplin, Estados Unidos. Holt Farrier (Colin Farrell) é uma ex-estrela de circo que, ao retornar da Primeira Guerra Mundial, encontra seu mundo virado de cabeça para baixo. Além de perder um braço no front, sua esposa faleceu enquanto estava fora e ele agora precisa criar os dois filhos. Soma-se a isso o fato de ter perdido seu antigo posto no circo, sendo agora o encarregado em cuidar de uma elefanta que está prestes a parir. Quando o bebê nasce, todos ficam surpresos com o tamanho de suas orelhas, o que faz com que de início seja desprezado. Cabe então aos filhos de Holt a tarefa de cuidar do pequenino, até que eles descobrem que as imensas orelhas permitem que Dumbo voe.

Veja o Trailer

Suspíria, de 2018, dirigido pelo italiano Luca Guadagnino, foi lançado nos Estados Unidos com um hype absurdo, que causou uma explosão nas bilheterias e de críticas ao filme. Suspíria é um remake do filme de 1977, que por sua excentricidade e qualidade se tornaram um símbolo cult do terror.

Com Dakota Johnson e Tilda Swinton no elenco principal, o enredo tinha tudo para se dar bem em premiações, contudo, especialistas massacraram o longa, alegando que o mesmo era um banquete de excessos e nem se aproximava da obra anterior.  Ambientado em Berlim, o filme entrega seus mistérios logo de cara. Não indo muito bem no terror e nem no terror psicológico, Suspiria se revela um filme mais eficiente em causar aflição do que enriquecer propriamente seus personagens, se tornando um desperdício de história e de elenco.

Leia a sinopse

Susie Bannion (Dakota Johnson), uma jovem bailarina americana, vai para a prestigiada Markos Tanz Company, em Berlim. Ela chega assim que Patricia (Chloë Grace Moretz) desaparece misteriosamente. Tendo um progresso extraordinário, com a orientação de Madame Blanc (Tilda Swinton), Susie acaba fazendo amizade com outra dançarina, Sara (Mia Goth), que compartilha com ela todas suas suspeitas obscuras e ameaçadoras.

Veja o trailer

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*