Home / Notícias / Esporte / Arivaldo Carniça está entre os melhores do ranking nacional

Arivaldo Carniça está entre os melhores do ranking nacional

No final de semana Carniça lutou no Paranaense e ganhou medalhas


O Ranking Nacional de MMA divulgou recentemente os melhores lutadores brasileiros das Artes Marciais Mistas e nove baianos estão no Top 10 de suas respectivas categorias. O araucariense Arivaldo Lima “Carniça”, da CheckMat, é um deles; ele está na quinta colocação dos penas. Se vencer sua próxima luta, terá chance maior de ser contratado por organizações internacionais ou até pela maior organização de MMA do mundo, o Ultimate Fighting Championship (UFC).
O objetivo do Ranking Nacional, que foi criado há seis anos, é facilitar o casamento de lutas nos eventos. A organização é válida para todos os atletas brasileiros, que não tem contrato exclusivo com qualquer organização do exterior, a exemplo do UFC, Bellator, One Championship e WSOF. As regras, segundo o portal do ranking, são baseadas em critérios de pontuação.


Para cada luta, nos 13 últimos meses, comprovadas no Sherdog (o maior site de cadastro de atletas, equipes e eventos do MMA), será pontuado da seguinte forma: vitórias +3 pontos; empates +1 ponto; no contest/sem resultado = 0 ponto; derrota -2 pontos. Há uma pontuação bônus para nocaute e finalização (+2 pontos) e por vencer oponentes com cartel positivo (+2 pontos). Não pontua quem vencer atleta que seja estreante ou que tenha apenas derrotas no cartel ou lutador vindo de quatro ou mais derrotas.
“O grande reconhecimento do meu trabalho é ser considerado uns dos 10 melhores do Brasil”, disse o lutador araucariense, que tem 35 anos e um cartel com 14 vitórias e 8 derrotas.
Paranaense de Jiu jitsu
No final de semana, dias 25 e 26 de março, Carniça participou da 1ª etapa do Campeonato Paranaense de Jiu jitsu, realizado na Universidade Positivo, em Curitiba. Representando a equipe CheckMat, ele conquistou medalha de prata no Nogi, que é o jiu jitsu sem quimono, e medalha de bronze com quimono, na categoria peso leve. “Foi muito divertido lutar nesse campeonato. Graças a Deus consegui bons resultados e mais experiência”, disse.

Texto: Maurenn Bernardo

 

Sobre Redação

Redação

One comment

  1. Nomes como Carniça, Rodrigo e outros defendendo o jiujitsu de Araucária, e a prefeitura faz questão de acabar com o projeto de JiuJitsu no CSU, porque na visão limitada deles, não dá ibope como o Karatê e outras modalidades.
    #Prefeito, volta o Jiu Jitsu!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*