Home / Notícias / Esporte / Clubes não querem pagar taxa para usar campo de futebol

Clubes não querem pagar taxa para usar campo de futebol

Foto: Everson Santos


 

Dirigentes de alguns clubes de futebol amador de Araucária procuraram o Jornal O Popular para registrar uma reclamação a respeito do valor cobrado para utilização do campo do Grêmio, localizado no Jardim Iguaçu. O valor da taxa é de R$ 150,00 por time, sendo R$ 80,00 para arbitragem (por jogo) e R$ 70,00 para a manutenção, mas segundo eles, é muito alto, principalmente por ser o único campo disponível para os times treinarem e realizarem amistosos.

Alegam ainda que deveriam usufruir do espaço gratuitamente, pelo fato de o mesmo ser público. “Os times não têm onde jogar sem pagar, pois a Prefeitura não libera nem o Estádio Municipal e nem o campo do Tropical, então tem apenas o campo do Grêmio”, denunciou um dos dirigentes.
De acordo com a Prefeitura, o campo não é público e pertence ao Seleto Futebol Clube. Os mantenedores explicam que a área foi cedida legalmente para o Seleto, para ser utilizado para a prática do futebol. “O proprietário passou os poderes ao Seleto, que agora tem a responsabilidade de administrar, cuidar, fazer a manutenção frequente, comprar materiais como bolas, traves e redes, comprar tinta para demarcação do campo, combustível para abastecer as roçadeiras, além de outras despesas. Muitos times elogiam as ótimas condições do campo e o trabalho dos administradores, não entendo qual a lógica da reclamação. Manter o campo em boas condições tem um custo, e não é barato”, argumenta o presidente do Seleto, José Edson da Silva.

Ele explicou ainda que o valor da taxa atual é bem menor do que a cobrada por outros campos. “É um valor simbólico, sobra pouco para o clube. Não temos fins lucrativos, e o campo pode ser usado por toda a população, mas a taxa é necessária para a manutenção”, acrescenta José Edson.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1149 – 07/02/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*