Home / Notícias / Esporte / Costeira Sub-17 é o dono da Taça Paraná 2017

Costeira Sub-17 é o dono da Taça Paraná 2017

Juventude do Costeira fez a maior festa com o troféu de campeão

 

O time juvenil do Costeira ergueu o troféu de bicampeão da Taça Paraná 2017 após empatar o jogo da final no domingo, 11 de junho, em 2X2, contra o Colombo. A equipe já entrou em campo com vantagem em cima do adversário, e mesmo se perdesse por um gol de diferença, ficaria com a taça. O confronto aconteceu no Estádio Municipal Lordes Geraldo, em Colombo.

O técnico Adilson Soczek contou que o time entrou em campo nervoso, e para tornar o clima ainda mais tenso, logo nos primeiros dois minutos, teve um jogador expulso. “O Geovane reagiu a um empurrão, dando um chute no adversário. Depois disso levamos pressão do Colombo e sofremos dois gols em apenas 15 minutos de jogo. Aí nosso camisa 10, o Gordo, chamou o jogo e cadenciou a partida até que o nosso time ficou no controle e conseguiu marcar um gol, no final do 1° tempo, que terminou em 2 x 1 pra eles”, relatou.

O resultado já dava o título para o Costeira. No 2° tempo o time conversou no vestiário e fez uma partida impecável. Dominou o jogo, ficou com a posse da bola. “E então brilhou a estrela do artilheiro da taça, o Marcio Jr, que fez o nosso gol de empate em jogada individual, em cima de três zagueiros adversários, fechando o placar em 2X2. O Márcio Jr foi o artilheiro da taça, com sete gols”, disse o técnico.

Adilson agradeceu o apoio dos mais de 100 torcedores que foram até Colombo acompanhar a final e torcer pelo Costeira. “O apoio da torcida foi fundamental, com 10 minutos para acabar a partida já se ouvia o grito da torcida: O campeão voltou! Bicampeão! Bicampeão!”, comemorou o técnico.
Nada de folga

Adilson lembrou que o Costeira juvenil já vai começar a se preparar para o campeonato da Primeira Divisão – Primeirona. “Faremos amistosos e vamos treinar bastante para tentar o pentacampeonato consecutivo e invicto, desde 2012. São cinco anos, 48 jogos invictos. A última derrota foi na final da primeira divisão de 2011, onde perdemos de 1 x 0 pro Itália”, relembrou.

 

Texto: Maurenn Bernardo / Foto: divulgação

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*