Home / Notícias / Esporte / Real Madrid e Chantili prometem levantar a taça

Real Madrid e Chantili prometem levantar a taça


Depois de apresentar jogos proibidos para cardíacos no último fim de semana, a Segunda Divisão de Amadores 2015 conheceu seus dois finalistas, e a expectativa agora é saber qual deles subirá para a Primeirona com o título de campeão. Para isso, todos os amigos, familiares e fãs do esporte mais amado do Brasil são convocados para o confronto deste domingão, 28 de junho.

Segundo Daniel Kochmann, presidente da Liga Desportiva de Araucária, a partida acontece às 10h, e promete marcar a história do Estádio Municipal Emílio Gunha. “Os dois times são muito fortes e querem vencer, então a expectativa é de uma grande partida!”, garante.

Se depender do Real Madrid (Industrial), é isso que vai acontecer. “Nós já conseguimos atingir o objetivo de voltar para a Primeira Divisão, então agora vamos erguer a taça”, promete Alexandre Jacinto, treinador do Real. Para isso, ele pretende o­lhar para o jogo como se fosse um campeonato de apenas uma partida. “Vamos dar o nosso melhor nesse jogo e aproveitar a experiência dos jogadores que já competiram em várias finais para lutar por mais essa vitória”, garante.

O Chantili conhece a fama do Real Madrid e está pronto para enfrentar o desafio. “Dessa vez, será a experiência contra a juventude, e os moleques vão mostrar que são bons de bola e estão prontos para ven­cer!”, adianta o treinador Zair Medeiros, que até raspou a cabeça para cumprir um trato feito com os jogadores. “Essa era a promessa se nós subíssemos, e agora a proposta é fazermos uma festa com a equipe se a taça vier pra gente”, completa o técnico, que agradece o apoio dos patrocinadores Sempremonte Andaimes, Giona Materiais de Construção, Supermercado Bordum, Noel Calhas e Materiais de Construção Alves Costa.
28_29 - esporte.indd
Eles estão à frente!

Alexandre nunca jogou nos campeonatos da cidade, mas já venceu vários deles como treinador

Alexandre nunca jogou nos campeonatos da cidade, mas já venceu vários deles como treinador

Para que os 25 times da Segundona 2015 se organizem, treinem e estejam preparados para fazer a alegria da torcida nos estádios da cidade, eles precisam de uma pessoa que grita, se irrita, pega no pé e os incentiva. Por isso, o Jornal O Popular do Paraná está conversando este ano com alguns desses técnicos, e o escolhido para esta edição foi o Alexandre Jacinto, treinador do Real Madri F.C (Industrial).

Seu apelido? Me chamam de Xandão.
Idade? Tenho 36 anos.
Onde mora? Jd. Industrial
O que faz da vida? Sou funcionário público na Secretaria de Esporte e Lazer (SMEL).
Joga futebol desde quando? Eu comecei a jogar bola aos 10 anos de idade, mas sempre foi uma brincadeira nos torneios do bairro.
Principais times em que passou: Como jogador, o único time em que eu passei foi o extinto Eucaliptos. O interessante é que esse nome foi o pessoal de fora do time que deu porque nós treinávamos em um campinho bem antigo da região que era cheio de eucaliptos, e o pessoal nos chamava de “jogadores dos eucaliptos”.
Quando começou a atuar como técnico? Depois de jogar nessa equipe, eu comecei a atuar como assistente técnico do time Industrial pra disputar o Campeonato de Veteranos do Costeira e nos três anos em que eu estive ajudando nós fomos campeões do torneio. Então, me chamaram este ano pra tocar o time na Segunda Divisão com o objetivo de voltar pra Primeirona.
O que achou da competição 2015? Foi um campeonato bem disputado com boas equipes, mas ainda que eu visse que os outros times eram fortes, eu acreditava no potencial do nosso time por ele ser mais experiente. Como a maior parte da nossa equipe é composta por atletas veteranos com mais de 36 anos, foi difícil acompanhar o pique dos atletas adversários e no segundo tempo nosso time já não tinha mais perna. Mas nós conseguimos atingir nosso objetivo de voltar pra Primeira Divisão e agora queremos erguer a taça.
Agradecimentos: Agradecemos o pessoal da nossa diretoria, a torcida que nos apoiou bastante e aos nossos jogadores. Além disso, queremos agradecer o Roberto da Lanchonete Shangai, onde nosso time sempre se reúne, e ao pessoal da Liga nas pessoas do Daniel, do Idu e do Osni, que nos apoiaram e estiveram de portas abertas pra nos ajudar.

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*