Home / Notícias / Esporte / Real Madrid e Chantili vão para a Primeira Divisão

Real Madrid e Chantili vão para a Primeira Divisão


O Real Madrid precisou vencer o Rolesul nos pênaltis para ficar com a vaga

O Real Madrid precisou vencer o Rolesul nos pênaltis para ficar com a vaga

Com tudo empatado na Segunda Divisão de Amadores 2015, qualquer um dos semifinalistas poderia garantir sua vaga na Primeirona do ano que vem. Por isso, os quatro times entraram em campo no último domingo dispostos a lutar até o último segundo, e a torcida foi obrigada a sofrer com os atletas.

Os primeiros a testarem seu sistema cardíaco foram os torcedores dos times Rolesul e Real Madrid (Industrial). “Assim como na última semana, esse jogo foi muito disputado, então o Real saiu na frente e o Rolesul logo empatou”, conta Daniel Kochmann, presidente da Liga Desportiva de Arau­cária.

No entanto, o Real partiu pra cima e fechou o primeiro tempo com o placar de 2×1. “Nossa equipe é composta por muitos veteranos, mas graças a Deus conseguimos nos superar”, comemora Alexandre Jacinto, técnico do Real Madri (Industrial).

Segundo Daniel, parecia que o jogo estava terminado, mas o Rolesul não se entregou e, no segundo tempo, conseguiu o gol de empate que levou a partida para os temidos pênaltis. “Nas cobranças, o goleiro do Rolesul defendeu uma das penalidades e teve a vitória nas mãos até seu último jogador mandar a bola para o travessão”, recorda. Com o resultado igual mais uma vez, o jogo precisou seguir de maneira desesperadora para quem assistia. “Eles foram, então, para as alternadas, e o goleiro do Real defendeu, garantindo a vitória”.

Após um jogo de tirar o fôlego foi a vez de o Araucária enfrentar o Chantili em uma partida mais técnica e cadenciada. “O confronto foi bem equilibrado, e o placar abriu perto dos 35 minutos do segundo tempo, o que movimentou mais o ataque das equipes”, recorda Daniel.

Entretanto, ainda que o Arau­cária tentasse empatar, ele não conseguiu levar o jogo para as penalidades e entregou a vaga da Primeira Divisão para o Chantili. “Mesmo assim, tanto o Araucária como o Rolesul também estão de parabéns pelos grandes jogos que apresentaram”, pontua o presidente, que agora convida os fãs do esporte mais amado do Brasil para a grande final no dia 28 de junho, às 10h.

Eles estão à frente!

Para que os 25 times da Segundona 2015 se organizem, treinem e estejam preparados para fazer a alegria da torcida nos estádios da cidade, eles precisam de uma pessoa que grita, se irrita, pega no pé e os incentiva. Por isso, o Jornal O Popular do Paraná está conversando este ano com alguns desses técnicos, eos escolhidos para esta edição foram Dirceu Stocker, treinador do América F.C, e Luiz Artur Costa, treinador do Araucária FC.

Luiz Artur Costa se tornou técnico após apresentar contusões nos dois tornozelos e no joelho

Luiz Artur Costa se tornou técnico após apresentar contusões nos dois tornozelos e no joelho

Seu apelido? Luizinho.
Idade? Tenho 46 anos.
Onde mora? No Santa Regina.
O que faz da vida? Trabalho como motorista.
Joga futebol desde quando? Comecei a ter contato com o futebol aos sete anos, mas só passei a jogar nas categorias de base em Guarapuava aos 11.
Principais times em que passou: Com uns 15 anos eu joguei vários campeonatos pela cidade de Turvo e fiquei lá por cinco anos atuando nos times Hubercat e Esmetur. Depois, vim para Araucária em 1990 e tive a oportunidade de jogar pelo União Tupi, Vera Cruz, São Luiz, Ipês, Araucária e Três Jardins.
Quando começou a atuar como técnico? Eu joguei até 1998, mas tive contusões nos dois tornozelos e no joelho, então não tinha mais condições de encarar os gramados e fui obrigado a parar. Eu tinha 28 anos e comecei treinar várias equipes como o São Luiz, Grêmio Esportivo Araucariense, União Itália, Maranhão FC, União Condor como auxiliar técnico com o Joel Padilha, e hoje estou no Araucária.
O que achou da competição deste ano? Achei um campeonato bem disputado, pois as equipes investiram mais do que no ano passado, então não foi fácil chegar à semifinal. Mas nós demos o nosso melhor, respeitamos os adversários e lutamos até o fim.
Agradecimentos: Agradeço ao Tião Calado por acreditar no meu trabalho e aos nossos patrocinadores que são a Metalúrgica Angelin e a Chopperia Barril Velho. Além deles, agradeço ao presidente da Liga, Daniel, ao secretário Osni, ao Idu, ao preparador físico Adriano Pereira, aos massagistas José Vidal e Kalunga, e principalmente aos jogadores do Araucária.
Dirceu Stocker divide seu tempo entre a direção do América FC e o trabalho de confeiteiro

Dirceu Stocker divide seu tempo entre a direção do América FC e o trabalho de confeiteiro

Seu apelido? Me chamam de Seu Borboleta porque na época em que eu jogava no Nacional de Campo Largo nós tínhamos três atletas com o nome Dirceu na equipe, então o pessoal aproveitou para inventar um apelido pra cada um.
Idade? Hoje tenho 47 anos.
Onde mora? Moro no Planalto, aqui no Costeira.
O que faz da vida? Trabalho como encarregado de confeitaria.
Joga futebol desde quando? Comecei jogando na escola e no bairro com os amigos porque não tinham escolinhas específicas para treinar futebol. Então me viram jogar nessas brincadeiras e me chamaram para o time sub15 de Toledo. Joguei lá dos 12 aos 14 anos.
Principais times em que passou: Eu passei por vários times amadores na região de Toledo e acabei vindo pra cá. Então, joguei no Nacional de Campo Largo com 22 anos, onde fui vice-campeão na Suburbana, e também fiquei um ano no Fanático de Campo Largo. Só que tive a infelicidade de estourar meu joelho nessa época, então me afastei do esporte por quase dez anos.
Quando começou a atuar como técnico? O Chico, presidente do América, me convidou pra jogar na equipe e, como meu joelho já estava melhor, eu aceitei e joguei duas temporadas. Depois, ele me convidou pra ser o técnico da equipe neste ano.
O que achou da competição 2015? Como foi meu primeiro ano como treinador, achei muito bom e pensei realmente que íamos subir, pois faltou um gol pra isso. Então nossa piazada está de parabéns e, com certeza, vamos voltar em 2016 com o time reforçado e pronto para pegar as vagas na Primeirona. Inclusive, já vamos começar nossos treinos no Mini Campeonato de Bairros mês que vem.
Agradecimentos: Agradecemos nossa piazada por ter jogado tão bem, nossa torcida por ter nos apoiado e o presidente Chico que me deu essa oportunidade. Também agradecemos à Farmais que deu uma força pra nós e ao pessoal da Liga que tem incentivado o futebol amador da cidade.

Texto: Raquel Derevecki / FOTOS: Everson Santos

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*