Home / Notícias / Geral / Adote uma das 1.200 cartinhas que estão disponíveis nos Correios

Adote uma das 1.200 cartinhas que estão disponíveis nos Correios

Qualquer pessoa poderá adotar uma cartinha, basta ir até uma agência dos Correios. Foto: divulgação

 

Cartinhas que carregam a esperança e o desejo de ver sonhos realizados. Cartinhas escritas por mãos inocentes, com pedidos simples como um panetone, uma cesta básica, uma boneca, um carrinho, outros mais inusitados como um emprego para os pais, a cura da doença de algum familiar. Assim é a campanha Papai Noel dos Correios, um dos principais projetos sociais natalinos do Brasil, que acontece há 29 anos. Em Araucária, a comunidade tem a oportunidade de fazer parte desta ação, basta pegar uma das 1.200 cartinhas que foram escritas por alunos de oito instituições de ensino da cidade e que estão disponíveis nas duas agências dos Correios, localizadas na Rua Doutor Júlio Szymanski, 23, Centro; e Avenida Victor do Amaral, 1398, loja 4, Centro.

A campanha deste ano foi lançada oficialmente no dia 6 de novembro. Além de estimular as crianças a escreverem cartas com o endereçamento correto e o uso do CEP, a ação dissemina valores natalinos como a solidariedade. Em uma corrente do bem, empresa, empregados e voluntários da sociedade se juntam para, dentro do possível, atender aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Como funciona

A adoção pelos padrinhos é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas nas agências dos Correios. As cartas para adoção não são distribuídas diretamente à população, em suas residências.

Os presentes são recebidos nos pontos de entrega divulgados pelos Correios para que, posteriormente, os Correios realizem a distribuição. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é divulgado ou informado ao padrinho.

Publicado na edição 1139 – 14/11/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*