Home / Notícias / Geral / Asfalto parado irrita os moradores do Jardim Moteleski

Asfalto parado irrita os moradores do Jardim Moteleski

A obra parou na fase onde vai a camada de pedras e isso está incomodando os motoristas

A obra parou na fase onde vai a camada de pedras e isso está incomodando os motoristas

Primeiro foi a onda de recla­mações pela demora em sair o asfalto, agora a reclamação é justamente porque a obra chegou, mas está longe de terminar. Esta é a sina dos moradores do jardim Moteleski, que tiveram que esperar um tempão pelo tão sonhado asfalto e não conseguem vê-lo terminado. “A gente reclama porque parece que a Prefeitura nunca se preocupa com o povo, veja bem, eles começaram o asfalto, deixaram a rua cheia de pedras, e pararam. Não sei dizer o que é pior, se era a rua sem pavimentação ou se são estas pedras enormes que estão dificultando o tráfego por aqui”, denunciou um dos moradores.

“Quando a gente passa com o carro um pouco mais rápido, é pedra que voa pra todo lado. Além de voar em cima de outro carro, uma hora dessas vai acer­tar algum pedestre. Se isso não bastasse, se o veículo for um pouco maior, como uma van escolar ou um ônibus, não consegue subir a ladeira nessas condições. Só queremos saber se a Prefeitura tem uma previsão de quando a obra vai acabar”, disse outro morador.

Um terceiro morador, não menos insatisfeito, criticou o fato de o asfalto ter parado justamente no pavimento final. “Isso nos leva a perguntar por que a Prefeitura não utiliza o asfalto que produz na sua própria usina?”, indagou.

Tudo a seu tempo

Sobre a questão, a Prefeitura de Araucária esclareceu que todas as ruas do jardim Moteleski que estão passando por melhorias receberão essa camada de graduado (pedras) antes da capa asfáltica. Mais uma vez, a Prefeitura lembra aos moradores que toda obra gera transtorno temporário e pede a compreensão de todos. No caso do Moteleski, há uma empresa contratada para executar todo o serviço (de escavação à pavimentação).

Quanto à usina de asfalto da Prefeitura, sempre foi deixado claro que sua área de atuação é prioritariamente tapa-buracos e outros pequenos reparos; o que não confere com as necessidades do bairro citado.

FOTO: EVERSON SANTOS

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*