Candidatos alegaram que a prova estava difícil | O Popular do Paraná
Home / Notícias / Geral / Candidatos alegaram que a prova estava difícil

Candidatos alegaram que a prova estava difícil

Araucária registrou um número baixo de candidatos atrasados

 

Candidatos de Araucária que participaram da primeira etapa do Enem 2017, realizada no domingo, 5 de novembro, disseram ter achado a prova difícil, principalmente o tema da redação “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”, porque de acordo com eles, é um assunto pouco falado. Neste primeiro dia os estudantes responderam as questões sobre redação, português, literatura, língua estrangeira, história, geo­grafia, filosofia e sociologia, além da redação. A prova teve duração de 5 horas e 30 minutos.

No próximo domingo, dia 12, os alunos vão responder às perguntas formuladas sobre ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. A duração será de 4 horas e 30 minutos.

A estudante Carolina Soares Peretti, 21 anos, cursa Engenharia Civil, e como está tendo dificuldades para pagar a faculdade, está fazendo o Enem para conseguir uma bolsa ofertada pelo Prouni. Ela concluiu o ensino médio em 2014, mas faz o Enem desde 2013. Conforme ela, o nível da prova para os estudantes que estão saindo do ensino médio pode ser caracterizado como fácil, mas para quem já saiu do ensino médio há um tempo, como é o seu caso, teve dificuldades de lembrar de alguns conceitos. “Por isso foi apelado pro chute em algumas questões, e a área de maior dificuldade pra mim foi geografia e história, pela falta de aptidão desde sempre”, comentou.

Sobre o tema da redação, Carolina disse ter ficado surpresa, porque no estudo para possíveis temas, não houve citação deste. “Mas a ideia do MEC foi incrível, pois o tema é bem pouco falado e precisa de atenção. Então, com esse tema para a proposta de redação, os participantes do Enem, que são muitos, puderam parar pra pensar nas dificuldades que portadores de deficiência, como os surdos, enfrentam cotidianamente. E além disso, foi necessário encontrar uma intervenção como medida de mitigação da problemática apresentada”, esclareceu.

Da mesma opinião compartilha a estudante Raquel Piccoli, 23 anos, que também está na faculdade, está fazendo o Enem em busca de uma bolsa. “Acredito que tanto as perguntas quanto a redação foram mais difíceis que no ano passado. O tema da redação foi complexo comparado com os outros anos, visto que não foi um assunto muito divulgado no Brasil”, argumentou.

Faltantes

Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), quase 30% dos inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no Paraná, faltaram ao primeiro dia de prova. Ao todo, eram 287.837 inscritos confirmados. O número, inclusive, caiu 31,3% em relação ao que foi registrado em 2016. Do total, 85.200 faltaram – ou seja, 29,60%. Os presentes representarm 70,40%, somando 202.637 estudantes.

Foto: Everson Santos

Sobre Redação

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*