Home / Notícias / Geral / Falta de acessibilidade em calçada prejudica estudante

Falta de acessibilidade em calçada prejudica estudante


Situação das calçadas obriga cadeirante a seguir pela rua. Foto: Everson Santos

 

Todos os dias o estudante Alex Lima de Oliveira enfrenta uma maratona de desafios e superação para conseguir chegar até o Colégio Estadual Professor Julio Szymanski, onde faz o curso Técnico em Administração, no período noturno. O jovem mora no bairro Porto das Laranjeiras, vem de ônibus para o colégio, desce na parada que fica na Rua Pedro Druszcz, em frente à Prefeitura. E é exatamente nesse ponto que surgem os obstáculos, pois no curto trajeto entre a parada e o colégio, ele não consegue transitar pela calçada, que além de ser estreita, está cheia de buracos, trechos em desnível, árvores e postes no caminho. “É impossível andar com a cadeira de rodas pela calçada, preciso desviar pela rua, e o movimento de carros é intenso. Corro riscos todos os dias. Se não bastasse isso, na maioria dos coletivos os elevadores para cadeirantes não funcionam. Às vezes tenho que contar com a ajuda das pessoas para descer com a minha cadeira”, relata.

Alex está paraplégico desde 2015, quando sofreu um acidente de carro. Ele dormiu ao volante e acabou batendo na estrutura de um radar no Contorno Sul. Desde então, ficou preso a uma cadeira de rodas e precisou replanejar sua rotina para conseguir se locomover dentro da cidade.

A Secretaria Municipal de Urbanismo disse que já tomou conhecimento do problema enfrentado pelo estudante, teve acesso ao vídeo que foi produzido, mostrando a situação das calçadas, e explicou que fez uma solicitação junto à Secretaria de Obras, para que sejam feitas melhorias na acessibilidade, com a implantação de rampas. “Também vamos notificar os proprietários dos imóveis localizados nessa quadra, porque são eles os responsáveis pela manutenção das calçadas. A Prefeitura tem autonomia para executar melhorias nas calçadas e depois cobrar os custos dos donos dos imóveis, mas acredito que isso não será necessário”, explicou o secretário da SMUR, Reginaldo Cordeiro.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1158 – 11/04/2019

Sobre Redação

Redação

2 comments

  1. Nao é bem assim urbanismo de araque,to desde 2010 reclamando e nada.Deixam quebrar calçada pra um segundo portao e nada. Todas as calcadas do municipio estao um lixo,vai notificar um por um?Eu posso andar com uma marreta por ai aonde tiver degraus e arrebentar?Vai notificar? E aonde foi feita pelo zeze em 2010? Tipo a miguel bertolino,foi feito que nem o nariz dele,agora vai notificar eu?Se eu nao queria que tivesse tirado a grama

  2. E nao sei se é coisa da prefeitura fazer calçadas pois ate pode fazer mas nao fiscalizam depois.Fazem dai logo logo vem um cara novo querendo fazer outra entrada,faz ninguem fala nada,quebra calçada que foi feita com o nosso dinheiro e o urbansimo nao faz nada.Dai se deixa o morador fazer a calçada faz cheios de degraus e rampa forte.É uma questao bem complicada

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*