Home / Notícias / Geral / Festa de Natal no Palomar distribuiu mais de mil brinquedos para a criançada

Festa de Natal no Palomar distribuiu mais de mil brinquedos para a criançada

Foto: divulgação


 

Uma festa preparada com aqueles ingredientes que não podem faltar: amor, solidariedade e dedicação. O 7º Natal Solidário “Em Família 2018” aconteceu no dia 23 de dezembro na região do Palomar.

O evento distribuiu mais de mil brinquedos para a criançada da comunidade. O Papai Noel, presença ilustre nesta época do ano, esteve presente e encheu meninos e meninas de sorrisos e alegria.

A festa é organizada pela voluntária Clara Olímpia e sua família, no total quase 30 pessoas participaram da organização. O trabalho começa muito antes do dia da comemoração. Eles se dedicam por meses para conseguir arrecadações e doações de brinquedos, alimento e lazer para a criançada. No dia do evento, vários voluntários tornam possível a realização desse ato de amor e solidariedade.

Na última edição teve piscina de bolinha, presença de palhaços, show de capoeira, algodão doce, refrigerante, 30 quilos de bolo, sanduíche e brincadeiras durante todo o dia. Na data da festa a comunidade se envolve para oferecer o melhor que podem e assim proporcionar um “feliz natal” para os pequenos.

Adry Ribeiro da ONG EVA (Espaço Vida Araucária) participou pela primeira vez da festa e contou como foi a experiência. “A Clara participa da nossa ONG e nos chamou para estarmos presentes. Eu estive lá representando a ONG e fiquei encantada com o que vi. É um trabalho lindo que merece ser reconhecido. A Clara está em tratamento contra o câncer e ainda assim ela e a família desenvolvem esse projeto de forma maravilhosa. Eles se dedicam, vão atrás de doações, conseguem arrecadar tudo o que precisam. Quem quer fazer faz, quem não quer arranja uma desculpa”.

Clara conta como surgiu a ideia. “Há alguns anos um Papai Noel passou na rua e eu e meu filho observamos uma criança correndo pra pegar uma bala, mas acabou não conseguindo. Ficamos com dó e a partir daí começamos a pensar em uma festa para as crianças. De lá pra cá a festa foi crescendo. Dá trabalho, mas o que vale a pena é o sorriso de cada criança”.

Texto: Danielle Peplov

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*