Home / Notícias / Geral / Ibama ainda não recolheu bugio que atacou bebê

Ibama ainda não recolheu bugio que atacou bebê

Bugio rouba comida das armadilhas e consegue sair de fininho. Foto: Marco Charneski


 

A história do macaco bugio que diariamente passeia entre os apartamentos do Condomínio Residencial Araucária Park, na Avenida Independência, e que recentemente atacou uma bebezinha e a mãe, ainda não teve um desfecho. O Ibama divulgou na quarta-feira, 21 de novembro, que iria recolher o animal, mas mesmo com as armadilhas montadas na mata, o animal segue solto. “Esse macaco é esperto, ele rouba a comida das armadilhas e sai de fininho. A gente fica na espreita, esperando ele cair na armadilha, enquanto isso, ele continua circulando belo e formoso entre o condomínio”, brincou o secretário municipal do Meio Ambiente, Vitor Cantador.

A ação para recolher o animal envolve o Ibama, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA) e batalhão da Força Verde. O secretário disse após a captura, o transporte do animal até o Criadouro Onça Pintada, que fica em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, será feito pela SMMA. O criadouro é mantido pela Associação de Pesquisa e Conservação da Vida Silvestre, que tem como objetivo sustentá-lo e ampliá-lo dentro dos padrões de qualidade exigidos pelo Ibama, colaborando com a preservação e perpetuação da fauna e da flora silvestres do país.

Atualmente o Criadouro Onça Pintada ocupa uma área de 132 hectares, possuindo mais de 150 Recintos que abrigam mais de 2.200 animais de 190 espécies. Esta população silvestre é mantida para Programas de Recomposição e Manejo, com desenvolvimento de técnicas de criação e pesquisas em nossa área de atuação.

Publicado na edição 1141 – 29/11/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*