Home / Notícias / Geral / Moradores do Centro pedem asfalto em travessa

Moradores do Centro pedem asfalto em travessa


Sebastião espera pelo asfalto. Foto: Willian Barboza

 

Um trecho com pouco mais de 100 metros de extensão, que hoje divide as ruas Brasil e Lourenço Jasiocha, bem no Centro da cidade, está causando dor de cabeça para alguns moradores. A Travessa Alfredo Bastos, que, segundo os reclamantes, foi aberta desde 1922, não possui asfalto. O problema é que no mesmo trecho, transversal a esta pequena via, existe uma rua de servidão, com menos de 50 metros, com duas casas, que sofrem em dias de chuva. Isso porque, devido ao fato de a travessa não ser pavimentada, toda a água acaba escorrendo dentro de seus terrenos.

O dono de uma das casas, Sebastião Gomes da Silva, conta que a rua vira um córrego e que se não fossem as valetas que ele abriu e as demais medidas de contenção, sua casa ficaria alagada. “Moro aqui desde 2001, e já perdi a conta de quantas vezes fui na Prefeitura pedir asfalto na travessa. Nem estou pedindo asfalto na rua de servidão, isso eu mesmo posso providenciar, mas na travessa, já que por conta disso eu também tenho sido bastante prejudicado. É um trecho bem pequeno, não sei porque não asfaltam. Não consigo entender o que impede a obra, já que o investimento nem deve ser tão pesado para os cofres públicos. A cada ano, pela falta de asfalto, os terrenos vão sofrendo erosão com a ação das águas, e se nada for feito, a situação só vai piorar. Queremos que a Prefeitura venha até aqui e analise a possibilidade de asfaltar a travessa e quem sabe permitir que ela seja uma importante via de acesso entre as duas ruas do centro”, argumentou.

Ainda conforme Sérgio, os moradores tanto da travessa quanto da rua particular, possuem escrituras dos seus imóveis, pagam água, luz, IPTU, taxa de coleta de lixo, por isso, estão no direito de pedir melhorias.

Conforme explicou a Prefeitura, está sendo feitos estudos na referida travessa, na seqüência deverá será feita a topografia da área e posteriormente um projeto da pavimentação da rua.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1166 – 06/06/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*