Home / Notícias / Geral / Por enquanto, número de alunos por turma do ensino fundamental permanece igual

Por enquanto, número de alunos por turma do ensino fundamental permanece igual


Foto: divulgação

 

Na última assembleia do Conselho Municipal de Educação (CME), realizada no dia 2 de julho, foi colocado em debate o aumento de número de alunos por turma nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). O tema é polêmico e divide opiniões entre a Secretaria Municipal de Educação (SMED), que defende a ideia, e os sindicatos dos servidores públicos: Sismmar e Sifar, que são contrários, e alegam uma falta de preocupação com a qualidade da educação infantil do município, além da superlotação das salas.

A proposta foi colocada em votação durante a plenária de terça-feira, onde os trabalhadores da Educação e os representantes da SMED puderam votar, com um placar de 9 votos contra e 6 a favor. Dessa forma, a instrução normativa dos CMEIs, que será encaminhada pelo Conselho, deverá trazer as orientações de quantidade de estudante por turma.

A aprovação da proposta da SMED implicaria no aumento do número de crianças por turma no Infantil 4 e 5 da Educação Infantil para 20 por professor, no 1º e 2º ano para 25 estudantes por turma, no 3º ano para 30 por turma e no 4º e 5º ano, 35 estudantes por turma do ensino fundamental.

A secretária municipal de Educação, Adriana Palmieri, justificou que a solicitação feita pela SMED vem de encontro com os estudos realizados nos outros municípios, e com a realidade de Araucária. “A SMED fez uma proposição e encaminhou ao CME para avaliar a possibilidade de ampliação, algo que legalmente é possível, tendo em vista a legislação educacional. Em nível federal, e em relação aos municípios da região, Araucária é o município que matrícula crianças abaixo do que é orientado na federação. Se a mudança fosse aprovada, a central de vagas diminuiria significativamente, especialmente a lista de espera de crianças de 1 a 3 anos. Agora a SMED irá aguardar um novo diálogo”, pontuou a secretária.

Texto: Maurenn Bernardo

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*