Home / Notícias / Geral / Secretaria de Meio Ambiente corta árvores que impediam uso de calçadas próximo à Câmara

Secretaria de Meio Ambiente corta árvores que impediam uso de calçadas próximo à Câmara

O corte de quatro árvores da espécie tipuana na rua Nossa Senhora dos Remédios, bem na esquina do prédio da Câmara de Vereadores, gerou algumas reclamações nas redes sociais durante esta quinta-feira, 3 de janeiro.

As reclamações se deram porque teve quem viu no corte um prejuízo ao meio ambiente. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), porém, argumenta que as extrações foram necessárias porque as raízes das tipuanas haviam comprometido todo o pavimento e inviabilizado o uso das calçadas daquele trecho por pedestres e cadeirantes.

A SMMA acrescentou ainda que, além da extração das quatro árvores, também foi feita a poda de uma quinta, da espécie alfeneiro, que estaria prejudicando a fiação elétrica e a iluminação pública da pracinha que fica atrás da Câmara.

O secretário de Meio Ambiente, Vitor Cantador, explicou também que, na verdade, não foi feito o simples corte das árvores e sim a substituição das espécies por outras que são condizentes ao plano municipal de arborização. “Até semana que vem vamos plantar ali doze extremosas, que são árvores de porte menor e próprias para arborização de vias públicas”, pontuou.

Ainda segunda Vitor, as extremosas que serão plantadas ali já terão pouco mais de dois metros e a expectativa é que, em poucos anos, já tenham atingido seu tamanho adulto. “Paralelamente ao plantio, também vamos recuperar o pavimento e as calçadas do local, bem como instalar as novas luminárias na pracinha”, finalizou.

Sobre Waldiclei Barboza

Waldiclei Barboza
Waldiclei Barboza é jornalista da editoria de Política de O Popular do Paraná desde 2005. Sempre às quintas-feiras, publica neste espaço e na edição impressa de O Popular uma Coluna sobre o dia a dia da política local.

2 comments

  1. Corrige isso aí, por que a bandeira do Brasil não fica “atrás”… E o endereço da câmara é Irmã Elizabeth Werka n°55, o que caracteriza como FRENTE.
    A pracinha é a FRENTE da câmara, não o fundo.
    A porta do plenário é na frente.
    O estacionamento é no fundo, a entrada de funcionários e afins é atrás.
    A praça que fica atrás da câmara é a Praça da Bíblia.

  2. Kkkk que mijada!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*