Home / Notícias / Geral / Trevo na BR 476 está longe de sair do papel

Trevo na BR 476 está longe de sair do papel

Trevo vai melhorar a segurança e evitar acidentes na região


 

A construção de um trevo na Rodovia do Xisto – BR 476, entre os Kms 151 e 161, próximo ao acesso à localidade rural de Campo Redondo, pode estar longe de acontecer. O pedido dos moradores para que seja feita alguma intervenção na via, em função dos frequentes acidentes, não é de hoje. O vereador Fabio Alceu Fernandes, que pleiteia a execução da obra junto aos órgãos competentes, disse que o trevo vai melhorar as condições de mobilidade e atender as antigas reivindicações de moradores e motoristas que acessam aquela localidade rural e sofrem com o risco de acidentes durante a travessia da rodovia. “É urgente a necessidade de uma obra de acesso a esta comunidade, porque para acessá-la os veículos que se deslocam a esta região, precisam aguardar no acostamento, formando filas e dificultando a visibilidade dos motoristas, ocasionando falta de segurança devido ao grande fluxo de carros”, argumentou.

O vereador comentou ainda que continua cobrando ações dos órgãos responsáveis, inclusive com a intermediação do deputado estadual Alexandre Curi, e que recentemente recebeu ofícios em resposta, vindo do Departamento de Estradas de Rodagem – DER/PR, explicando que já existe uma programação para a execução dos serviços, dentro de um aditivo assinado no final de 2017. “Há previsão de duplicação com aplicação de degrau (aumento) tarifário, mas está em análise uma readequação de investimentos desse lote de concessão, onde se procura uma otimização na destinação de recursos para se buscar custo-benefício que melhor atenda ao interesse público”, descreve o ofício.

“Com isso, a dúvida é saber se a ordem de serviço está prevista neste aditivo, quais serão os próximos passos e o prazo para as obras e ainda, o que a concessionária Caminhos do Paraná, que administra o trecho, pretende executar no loca.”, pontuou Fabio.

Diante das indagações do vereador, o Jornal O Popular entrou em contato com a concessionária e recebeu a seguinte resposta: “Para a rodovia BR-476 já existiam análises, em conjunto com o Poder Concedente, para implantação de obras de melhoria e ampliação da capacidade na rodovia BR 476, que corrijam as carências técnicas dos projetos básicos existentes anteriormente à concessão, trazendo para dentro dos projetos executivos a adequação às necessidades técnicas, de mobilidade, fluidez e segurança que os usuários da rodovia e comunidades lindeiras necessitem. Com a conclusão e aprovação dos projetos executivos e aprovações legais pertinentes, as obras poderão se iniciar ainda no ano de 2018 no perímetro urbano da Lapa, e em 2019 na região de Araucária”. A concessionária alegou ainda que depende de aprovação formal por parte do DER/PR, ou seja, os moradores ainda terão que aguardar mais um pouco pelo tão sonhado trevo.

Foto: Marco Charneski

Publicado na edição 1127 – 23/08/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*