Home / Notícias / Policial / Adolescente de 15 anos é assassinada e cachorro fica ferido em ação de bandidos no jardim Alvorada

Adolescente de 15 anos é assassinada e cachorro fica ferido em ação de bandidos no jardim Alvorada


Foto: Marco Charneski

Dois homens armados invadiram uma casa no jardim Alvorada, bairro Thomaz Coelho, no final da noite desta sexta-feira, 7 de julho. Lá, eles atiraram cinco vezes contra uma adolescente, que morreu na hora, e outras duas vezes contra um cachorro, que teria partido pra cima da dupla assim que eles entraram no terreno.

O crime aconteceu na rua João Halinski, quase esquina com a Henrique Cantador. Conforme apurado inicialmente pela PM, os dois bandidos teriam se apresentado como policiais e estariam a procura do dono da residência. No entanto, quando viram a adolescente Emily Beatriz dos Santos Krichak, de quinze anos, não hesitaram e dispararam cinco vezes contra ela. Durante o episódio, um cachorro que seria de vizinhos da família vitimada teria partido pra cima dos bandidos e acabou sendo alvejado por dois tiros. O cão, no entanto, sobreviveu e foi levado pela Guarda Municipal a uma clínica veterinária.

Segundo levantamento preliminar da Polícia Científica, Emily foi atingida por disparos de pistola, que atingiram seu olho, três vezes seu peito e uma vez sua coxa. Ela morreu na hora! Os policiais militares que atenderam a ocorrência acreditam que os bandidos que executaram a ação eram conhecidos da família.

Ainda conforme populares, a dupla de assassinos fugiu da cena do crime em veículo de cor escura, possivelmente um Chevrolet Omega.

A investigação do assassinato ficará sob a responsabilidade da Delegacia de Polícia Civil de Araucária. O corpo de Emily foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML), em Curitiba. Ela completaria dezesseis anos em dezembro.

Fotos: Marco Charneski/O Popular do Paraná

Sobre Waldiclei Barboza

Waldiclei Barboza
Waldiclei Barboza é jornalista da editoria de Política de O Popular do Paraná desde 2005. Sempre às quintas-feiras, publica neste espaço e na edição impressa de O Popular uma Coluna sobre o dia a dia da política local.

4 comments

  1. Araucária Civilizada

    Infelizmente se chegou ao ponto que um absurdo destes vira somente artigo de jornal e nada mais. Assassinato se tornou parte do cotidiano brasileiro. Ninguém mais fica indignado. Nem população nem autoridades públicas. A vida no Brasil não vale mais nada. A letargia tomou conta. É como se todos pensassem que não há nada a ser feito. O grau de insegurança pública é absurdo. Este artigo deveria também trazer a palavra das autoridades sobre o que eles estão fazendo para melhorar a segurança da cidade. A resposta não pode ser somente mais policiais. Deve ser muito mais inteligente que isto. Quem está cobrando autoridades? Sugestão ao jornal: não seja somente um veículo de divulgação mas sim de questionamento, análise, busca por ações públicas inteligente e acompanhamento de que soluções estão realmente sendo implementadas. Um artigo sobre casos como estes devem ter muito mais conteúdo, indignação e cobrança do que apresentado. Até Parece que está tudo bem!!

  2. Além disso, oque aconteceu com essa menina é pura falta de família, orientação e educação!!!

    Foi dada como desaparecida e agora morta dessa maneira é por que devia alguma coisa, cadê os pais dessa garota? Dizem que tem um irmão que é professor do estado e estão fazendo vaquinha para pagar as despesas do funeral, pode isso?

  3. Engraçado que os julgadores de plantão na internet estão em todo lugar dá nojo de ler certas coisas!
    Respeitem a família da menina quem são vcs pra fala alguma coisa? eu não conheço eles!
    Queria ver se fosse com alguém da família de vcs, com esses comentários de Mer…

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*