Home / Notícias / Policial / Bandidos fazem arrastão no parque Cachoeira

Bandidos fazem arrastão no parque Cachoeira

A DP alerta para que as pessoas não caminhem com os celulares à mostra


 

Na tarde de domingo, 8 de julho, alguns frequentadores do parque Cachoeira sofreram um arrastão e tiveram pertences levados por bandidos. De acordo com a Delegacia de Polícia Civil de Araucária foram alguns furtos a mão armada e, entre os objetos subtraídos, a maioria deles foram celulares.

“Localizamos alguns suspeitos no entorno do parque, mas na DP eles não foram reconhecidos como os autores pelas vítima”, informou o superintendente da delegacia. Ele aproveitou para fazer um alerta a população enquanto estiverem nas ruas, parques ou locais com intenso fluxo de pessoas. “A orientação é para que as pessoas não caminhem mexendo no celular ou deixem os aparelhos à mostra. Isso chama a atenção dos bandidos e, por vezes, devido à vítima estar enviando mensagens, nem percebe a aproximação do assaltante”, comentou.

Ainda, de acordo com o superintendente, o policiamento no local deverá ser intensificado.

Foto: Everson Santos

Publicado na edição 1121 – 12/07/18

Sobre Redação

Redação

5 comments

  1. Redação,
    Não existe “furtos a mão armada”….. nesse caso deve ser “roubo” ou “assalto”.

  2. Essa moça da foto provavelmente tenha perdido o celular também, pois ao que me parece tem um corintiano atrás dela….Vejam aí….

  3. Saudades de araucaria dos anos 80 e 90.Porque agora so veio gente boa

  4. Arrastão no parque ao lado da secretaria de segurança , ta tudo dominado e
    a gente pensa que isso só acontece no Rio e em São Paulo…

    • Com as pessoas que a gente ve em araucaria,o nivel dos que vieram pra ca,a maior cidade do parana com ocupaçoes irregulares,é esse o reflexo.Alem de ocupar precisam mais ,ganhar dinheiro e tambem o fato de ser rmc.Desde 2006 tenho notado que com aquela parada da petrobras que o nivel de araucaria decaiu muito e acabaram com tudo,principalmente o nosso meio ambiente

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*