Home / Notícias / Policial / Em pleno feriado de Finados, um é executado na Manoel Ribas

Em pleno feriado de Finados, um é executado na Manoel Ribas

Por volta das 14h desta sexta-feira, 2 de novembro, um homem foi morto com diversos disparos de arma de fogo na região central da cidade

De acordo com informações colhidas no local, três homens, todos com toucas do tipo bala clava, chegaram até o Centro Automotivo Espaço Car, que fica na avenida Manoel Ribas, próximo à antiga sede da Guarda Municipal, num veículo Kia Soul de cor vermelha e disparam diversas vezes contra a região da cabeça de Rosison de Mello Crispim Maia, 39 anos. Ele morreu na hora.

Ao que se sabe, Robison foi morto dentro do carro em que estaria trabalhando naquele momento. Populares que estavam pela região no momento do crime disseram que os bandidos teriam se identificado como policiais e não ofereceram qualquer tipo de chance de reação a Robison. A ação foi muito rápida e, em seguida, o trio fugiu no mesmo Kia Soul, pegando a Manoel Ribas sentido Centro.

Próximo ao Werka

Poucos minutos após o crime, o Kia Soul utilizado pelos bandidos foi encontrado abandonado nas proximidades da Escola Municipal Irmã Elizabeth Werka, no Centro. O carro estava parcialmente queimado e um galão de combustível foi encontrado ao lado do veículo.

Indicativos criminais

Ainda conforme informações repassadas pela Polícia Militar, Robison possuía indicativos criminais. Ele respondia por crimes como tráfico de drogas, roubo e violência doméstica.

O corpo de Robison foi recolhido Instituto Médico Legal (IML) e encaminhado a Curitiba para as providências cabíveis. As razões de sua morte, bem como a autoria do crime, ficarão agora a cargo da Delegacia de Polícia Civil de Araucária.

 

Fotos: Marco Charneski/ O Popular do Paraná

Sobre Redação

Redação

One comment

  1. Sao essas pragas,vitimas da sociedade, que vem morar aqui em araucaria.Aposto que morava em favelao tambem

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*