Home / Notícias / Policial / Foge baleado, enfrenta PM e leva a pior

Foge baleado, enfrenta PM e leva a pior

Ainda dentro da casa, Leonardo teria dito que não iria se entregar. Foto: Marco Charneski


 

A Polícia Militar recebeu a informação na tarde de segunda-feira, 15 de outubro, de que na rua dos Funcionários, no bairro Campina da Barra, estaria escondido um homem que havia participado de roubo e depois entrado em confronto com policiais no município de Fazenda Rio Grande.

Como o homem, identificado como Leonardo Guimarães Santos, 20 anos, estava com tornozeleira eletrônica, os policiais de Araucária conseguiram localizar onde ele estava. No endereço indicado pelo monitoramento, os policiais fizeram um cerco na casa, quando o indivíduo que estava no interior da residência gritou: “não vou me entregar, já estou ferrado mesmo e não tenho nada a perder”.

A equipe entrou na casa e encontrou Leonardo em um quarto. Ele recebeu voz de abordagem, mas não acatou a ordem e sacou rapidamente uma arma que estava embaixo de um cobertor, atirando por diversas vezes contra os policiais. Naquele momento, houve confronto entre o indivíduo e os PM’s, mas Leonardo acabou levando a pior ao ser baleado no peito. Foi acionado socorro médico, porém o meliante já havia entrado em óbito.

ANTECEDENTES

Leonardo era um “velho conhecido” da polícia, com passagens por furto e receptação. Recentemente, ele teria aterrorizado uma família durante assalto, onde roubou um veículo VW Fox.

Um dia antes do confronto com a PM de Araucária, durante o confronto com a PM de Fazenda Rio Grande, Leonardo acabou sendo baleado nas pernas. Depois, teria rendido um taxista e vindo para Araucária, onde ficou escondido no bairro Campina da Barra.

INQUÉRITO

A Delegacia de Polícia Civil de Araucária instaurou inquérito por morte a apurar sem indícios de crime. Foi instaurado também Inquérito Policial Militar (IPM).

Publicado na edição 1135 – 18/10/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*