Home / Notícias / Policial / GM de Araucária e forças de segurança de Pontal do PR encontram suspeitos de sequestro

GM de Araucária e forças de segurança de Pontal do PR encontram suspeitos de sequestro


A Guarda Municipal de Araucária realizou um trabalho conjunto com a Guarda Municipal e Polícia Militar de Pontal do Paraná, litoral do estado, no início desta semana.

Tudo começou com um sequestro relâmpago em Araucária, na noite de domingo, 19 de maio. Um pastor estava com sua família em uma Kombi no centro da cidade, quando foram abordados por três elementos armados que estavam em um veículo VW Fox. O trio deu voz de assalto à família, ordenaram que os demais saíssem da Kombi e que somente o pastor seguisse no veículo.

Segundo o relato, a vítima passou por minutos de terror nas mãos dos criminosos, sendo ameaçada a todo o momento. O pastor conseguiu fugir das mãos dos sequestradores em Curitiba, quando se jogou do utilitário. Logo foi realizado Boletim de Ocorrência e a GM de Araucária conseguiu recuperar a Kombi na região do Caximba.

De acordo com informações, dos três elementos, dois deles estavam encapuzados e um foi reconhecido pela vítima como uma pessoa que teria o ameaçado de morte recentemente devido a um desentendimento entre ambos.

No dia seguinte, o pastor informou a GM de que soube que os suspeitos estariam em Pontal do Paraná. Com isso e outras informações resultantes de demais diligências empreendidas, a Guarda de Araucária entrou em contato com a Guarda de Pontal, repassou o caso e pediu o apoio.

A GM realizou uma rápida investigação e localizou a residência em que possivelmente os suspeitos estariam. Com o apoio da Polícia Militar de Pontal, ambas as forças de segurança dirigiram-se até a casa e lá encontraram o suspeito apontado pela vítima.

Naquele momento, dois outros homens, possivelmente os mesmos que estavam participando do sequestro relâmpago, chegaram com o Fox. Ao avistarem a viatura tentaram fugir, mas logo foram pegos pelos policiais.

Os três suspeitos foram levados à Delegacia de Pontal do PR, por volta da 1h de terça-feira, 21 de maio. No entanto, foram liberados poucas horas depois porque o sistema policial não havia liberado ainda o B.O. feito em Araucária. Sem o boletim, o responsável pela Delegacia de Pontal não poderia manter os suspeitos presos. Por volta das 8h, finalmente aquela DP recebeu o B.O., mas o trio já havia sido solto.

“Nós, da GM de Araucária, junto às forças policiais de Pontal , fizemos tudo que podíamos dentro da legalidade. Mas, devido ao sistema, os suspeitos precisaram ser liberados. Por outro lado, as investigações do caso continuam”, disse um representante da GM deste município, agradecendo a parceria nessa ação integrada, que demonstrou a agilidade das forças de segurança em encontrar os suspeitos antes mesmo do sistema ter gerado o Boletim de Ocorrência.

O inquérito do caso foi aberto e a vítima reconheceu por foto o sequestrador que estava sem capuz.

Publicado na edição 1164 – 23/05/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*