Home / Notícias / Policial / Homicídio a facadas pode ter envolvimento com as drogas

Homicídio a facadas pode ter envolvimento com as drogas

Uma faca foi encontrada cravada na barriga da vítima. Foto: Marco Charneski e Divulgação


 

O corpo de Rafael Diego da Rosa, 33 anos, foi encontrado na manhã de segunda-feira, 1º de outubro, na rua João Chorominski, no jardim Monalisa. Uma mulher que passava pelo local nas primeiras horas da manhã avistou o corpo e chamou a polícia.

Os órgãos competentes identificaram cerca de quatro marcas de arma branca no abdômen da vítima e ainda uma faca cravada em sua barriga. Ainda, de acordo com a Polícia Civil, havia sinais de estrangulamento no corpo, que foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML). A faca, bem como outros objetos encontrados na cena do crime, foram recolhidos para perícia.

A Delegacia de Araucária instaurou inquérito para apurar o homicídio e familiares de Rafael já foram ouvidos. Segundo informações, ele trabalhava cuidando de carros próximo ao shopping Palladium, em Curitiba, mas nos últimos tempos não estaria convivendo com a família, tanto que os parentes não souberam informar aonde ele estaria morando.

Ainda, Rafael não tinha antecedentes criminais e seria usuário de drogas. Esta informação leva a uma das linhas de investigação da polícia, que trabalha com a hipótese do motivo do assassinato ter ligação com o mundo das drogas. Outra linha de investigação é também a de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte.

Moradores da região devem ser ouvidos em breve pela polícia, visto que o local onde o corpo foi encontrado é bastante ermo e não há câmeras de segurança que possam ajudar na identificação do autor.

Publicado na edição 1133 – 04/10/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*