Home / Notícias / Policial / Houve crescimento de 6% nos inquéritos instaurados pela DM

Houve crescimento de 6% nos inquéritos instaurados pela DM

No primeiro semestre deste ano, foram 144 inquéritos instaurados pela DM


 

A Delegacia da Mulher e do Adolescente instaurou, no primeiro semestre deste ano, 6% a mais de inquéritos por violência doméstica em relação ao mesmo período de 2017.

De acordo com a DM, entre janeiro e junho do ano passado foram 136 inquéritos instaurados. Já no primeiro semestre de 2018, foram 144 inquéritos. Sobre a forma como a delegacia está trabalhando para buscar a diminuição da violência, a delegada Gabrielle Berwig Amaral comentou que está estudando os casos de maior incidência na região para, desta forma, conseguir desenvolver políticas públicas junto aos órgãos no município. “Tenho planos de realizar alguns projetos que visam a conscientização das mulheres que sofrem violência, para que essas vitimas procurem recursos e saibam dos seus direitos”, afirmou.

De acordo com a delegada, muitas mulheres acham que é normal o que vivem, em alguns casos, há anos. “Parte de um problema até mesmo social. Às vezes, essa mulher foi criada em um ambiente violento, já viveu isso desde pequena ou então viu a mãe ser violentada. Mas é importante que elas se conscientizem que isso não é normal, que nenhuma delas merece sofrer violência”, ressaltou.A DM está localizada junto à sede da Guarda Municipal, que também vem realizando um trabalho na prevenção e acompanhamento a mulheres vítimas de violência com a Patrulha Maria da Penha. Vítimas que tenham em seu favor medidas protetivas expedidas judicialmente, são acompanhadas por guardas que realizam visitas frequentes a fim de prevenir que essas medidas sejam descumpridas ou que o pior volte a acontecer.

Desde que a viatura exclusiva da Patrulha Maria da Penha foi autorizada para a efetivação do projeto, já foram atendidas 46 mulheres.
Denúncias podem ser feitas diretamente no telefone da Delegacia da Mulher no 3614-5000, com a Guarda Municipal pelo 3642-1226 ou pelo aplicativo 153, ou, ainda, com a Polícia Militar 3642-2768.

Foto: divulgação

Publicado na edição 1123 – 26/07/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*