Home / Notícias / Policial / Investigações continuam sobre latrocínio contra vigilante de empresa

Investigações continuam sobre latrocínio contra vigilante de empresa


Célio entregou a carteira e os celulares, mas o atirador não teve dó. Foto: divulgação

 

A equipe de investigação da Delegacia de Polícia Civil segue empreendendo diligências para encontrar o autor do latrocínio (roubo seguido de morte) contra o vigilante e sócio da empresa de segurança Protect, na rua Julia Tereza Bini, centro de Araucária, na noite da última quinta-feira, 14 de março.

Segundo informações, o crime aconteceu por volta das 20h30. A vítima fatal, Célio Roberto Soares de Campos, 35 anos, estava conversando com o sócio na sala da empresa, quando um indivíduo moreno, encapuzado, armado com revólver e vestindo jaqueta preta, invadiu o local e deu voz de assalto.

O sócio relatou que jogou o celular no lixo e entregou a carteira ao bandido. Segundo ele, Celio entregou a carteira e seus dois celulares, momento em que levantou da cadeira e o autor atirou. Assustado, o colega da vítima escondeu-se embaixo de uma mesa quando ouviu mais disparos contra Celio.

Toda a ação criminosa durou cerca de 30 segundos e, conforme imagens de câmeras de segurança, é possível notar que o autor chega e depois sai caminhando tranquilamente pela rua. O assassino fugiu a pé, sentido bairro Iguaçu.

O Siate foi acionado, mas nada pode fazer, pois Célio já estava em óbito. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML).

A DP já instaurou inquérito e está realizando oitivas, mas informou que ainda não pode divulgar se há novidades sobre o caso.

Publicado na edição 1155 – 21/03/2019

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*