Home / Notícias / Policial / Jovem alega inocência

Jovem alega inocência


_DSC0591 - Cópia
O jovem Bruno Francisco de Paula Andrade, 23 anos, que foi preso pela Polícia Militar no dia 13 de novembro, diz que foi vítima de um engano. Ele foi confundido com um bandido fujão que há cerca de um mês havia conseguido escapar de uma perseguição policial, que resultou no capotamento de uma viatura. Bruno esteve na redação do Jornal O Popular para explicar que os ferimentos que tinha no corpo e que fizeram os policiais confundí-lo com o bandido foram causados por um acidente que ele sofreu indo para Contenda, no dia 29 de outubro, e não durante sua suposta fuga da PM. “Meus machucados e a moto, semelhante ao do bandido que eles procuravam, ajudaram a causar toda esta confusão. Também quero deixar bem claro que minha moto não está com os documentos atrasados, como foi dito”, explica. O rapaz também fez questão de esclarecer que é honesto e trabalhador, está há mais de dois anos na mesma empresa e que ocasionalmente faz alguns bicos na noite como cantor. “Fiquei fichado na polícia, mas felizmente foi tudo esclarecido”, comentou.

Texto: Maurenn Bernardo / Foto: Everson Santos

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*