Mãe e filho morrem em acidente na BR-476 | O Popular do Paraná
Home / Notícias / Policial / Mãe e filho morrem em acidente na BR-476

Mãe e filho morrem em acidente na BR-476

A mulher morreu na hora e o filho veio a óbito no hospital

 

A rodovia do Xisto (BR-476), especificamente no km 150, está se tornando a rodovia da morte pela quantidade de acidentes fatais que acontecem no trecho. Outros acidentes frequentemente acontecem na extensão da via, envolvendo veículos que passam pelo canteiro central e atingem carros na pista contrária, motociclistas e até mesmo atropelamentos.

Nesta terça-feira, 3 de julho, por volta das 10h, Margareth Lacerda de Oliveira Pires, 41 anos, e o filho, Gabriel de Oliveira Pires, 21 anos, morreram após um grave acidente em frente à Repar. O carro que ela dirigia, um Ford Fiesta, placas IFK-8594 de Telêmaco Borba, invadiu a pista contrária e colidiu com um Ford Focus, placas ANL-0628, que era conduzido por Diego Carvalho dos Santos.

Margareth, que muito provavelmente estava sem o cinto de segurança, de acordo com o Corpo de Bombeiros, foi ejetada do veículo e seu corpo foi encontrado cerca de oito metros do local onde o carro parou. Já Gabriel ficou preso às ferragens e quando o Siate chegou ele encontrava-se inconsciente; a mãe já estava morta.

Conforme relatou uma das socorristas, os bombeiros levaram cerca de 10 a 15 minutos para retirar a vítima que estava presa no veículo. Ele estava com diversos traumas, múltiplas lesões e fraturas. “O carro ficou irreconhecível. O rapaz foi levado de helicóptero ao Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, em estado gravíssimo. Já o motorista do Focus, o Diego, teve ferimentos considerados mais leves e contusões. Ele foi encaminhado ao Hospital Municipal de Araucária sem correr risco de morte”, contou a socorrista.

Apesar de ter sido prontamente atendido, como a colisão foi muito forte, Gabriel não resistiu e acabou vindo a óbito no fim da tarde de terça-feira no hospital.

Ainda que o Fiesta tenha parado no acostamento, a pista da rodovia no sentido Araucária ficou totalmente bloqueada gerando um intenso congestionamento. A fila chegou até o bairro Tatuquara, em Curitiba. O trânsito foi liberado logo após as 12h.

O delegado João Marcelo Renk esteve no local para apurar os fatos e comentou, preliminarmente, que as condições do carro pareciam estar precárias. “Os pneus estavam carecas, pode ser que um deles tenha estourado e a motorista tenha perdido o controle do carro”, comentou. Foi instaurado inquérito pela Delegacia de Polícia Civil de Araucária para investigação dos fatos.

Foto: Marco Charneski

Publicado na edição 1120 – 05/07/18

Sobre Redação

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*