Home / Notícias / Policial / Marido dispara três vezes contra a esposa

Marido dispara três vezes contra a esposa


Arma usada pelo marido que tentou matar a esposa no bairro Costeira

Arma usada pelo marido que tentou matar a esposa no bairro Costeira

Muitos machões de cozinha aproveitaram o feriadão da Independência para encher a cara, criar coragem e “cair matando” em cima de suas companheiras. Foram dezenas de ocorrências envolvendo a Lei Maria da Penha registradas pela Polícia Militar e Guarda Municipal neste final de semana.

A mais grave aconteceu na manhã de domingo, 6 de setembro, por volta de 10 horas. Elza Machado Fernandes foi baleada pelo próprio esposo, com quem está casada há 39 anos, após uma violenta discussão.

A GMA foi acionada na rua Augusto Ribeiro dos Santos, bairro Costeira, pelo vizinho do casal, que percebeu quando a situação saiu do controle. O esposo Clarindo Machado Fernandes atirou três vezes contra a companheira, acertando dois tiros no rosto e um no braço. A mulher foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador pela equipe do Samu e o autor se entregou espontaneamente.

A arma usada na tentativa de homicídio é um revólver calibre 32, que foi recolhido pela GMA com cinco munições deflagradas. A motivação ainda não foi esclarecida, mas tudo leva a crer que foi passional.
Mais agressões

No domingo, dia 6, por volta de 7h, o quebra pau foi na rua Arapongas, bairro Capela Velha. Um marido teria agredido a esposa quando esta retornava do trabalho, inclusive chegou a colocar todas suas roupas e pertences em sacolas e jogou para fora da casa. A mulher procurou a Polícia Militar e quando os policiais retornaram na residência para acompanhá-la, o marido já tinha fugido. A vítima tinha lesões na face, no nariz e no olho esquerdo.

Por volta de 15h30 de sábado, dia 5, na rua Itararé, jardim Iguaçu, o maridão chegou em casa bêbado, quebrou alguns objetos e agrediu a esposa com socos e pontapés, depois fugiu. A vítima ficou ferida e resolveu representar contra o agressor.

E ainda no feriadão, por volta de 17h58 de domingo, na avenida Brasil, bairro Estação, a agressão foi inversa. Um homem acionou a PM alegando que estava com a filha de apenas nove meses no colo quando a companheira chegou, bastante irada, lhe mordeu os braços, deu vassouradas, garrafadas e tapas, causando lesões no seu corpo. Se isso não bastasse, ela ainda fez ameaças de morte. A criança foi amparada pelo Conselho Tutelar e a mulher foi levada para a Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos.

FOTO: GM /COLABORAÇÃO

Sobre Redação

Redação

4 comments

  1. Qdo pessoas desequilibradas tem uma arma facil na sua casa dá nisso

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*