Home / Notícias / Policial / Morte de adolescente alerta para perigos de nadar em represas e cavas

Morte de adolescente alerta para perigos de nadar em represas e cavas

As buscas a Pablo duraram cerca de 2h pelo Corpo de Bombeiros. Foto: Alexandre Xavier


 

O último sábado, 17 de novembro, acabou em tragédia para um adolescente que quis se refrescar na represa do Passaúna. Por volta das 15h30, o Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer buscas a Pablo Willian da Silva Ribeiro, de 16 anos.

As buscas terminaram às 17h30, quando os bombeiros encontraram o corpo do garoto. Segundo informações, Pablo e amigos teriam ido à represa para se refrescar e aproveitar o fim de semana de sol. O adolescente teria tentado atravessar um trecho, mas acabou se afogando.

É importante lembrar que nadar em cavas, tanques ou represas pode representar grande perigo. Anualmente, muitos afogamentos e mortes são registradas, visto que estes locais possuem fundos irregulares e têm objetos que podem enroscar nas pessoas, fazendo com que se afoguem. Além disso, muitas dessas águas são poluídas e podem trazer doenças.

Sobre o caso de Pablo, a Delegacia de Polícia Civil de Araucária instaurou inquérito, contudo o delegado afirmou que, ao que tudo indica, a morte se deu realmente por afogamento.

Especificamente sobre a represa do Passaúna, os bombeiros alertaram que há trechos profundos podendo ter até dez metros.

Publicado na edição 1140 – 22/11/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*