Home / Notícias / Policial / Morto não era andarilho

Morto não era andarilho


O homem encontrado morto na rua Águia, esquina com a Avestruz, no jardim Industrial, na madrugada do dia 28 de abril, que teve o corpo recolhido após quatro horas de espera, não era andarilho como foi divulgado inicialmente pela polícia. Ele foi identificado como Odair de Oliveira Lima, 46 anos, era casado e tinha família em Araucária.

A filha de Odair, Jéssica Maria de Lima, entrou em contato com o Jornal O Popular para esclarecer como o pai estava vivendo e porque a família demorou tanto para reconhecer e liberar o corpo. Ela disse que o pai era pedreiro e morava no jardim Industrial, mas recentemente estava morando na obra onde trabalhava. “Ele era alcoólatra, andava muito pelas ruas. Às vezes não dormia em casa, por isso não estranhamos seu sumiço. Um amigo dele o viu caído na rua e nos avisou. Fomos ao UPA e fizemos o reconhecimento. Por pouco ele não foi enterrado como indigente”, relatou a moça.

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*