Home / Notícias / Policial / Mulher encontrada morta no rio estaria em depressão

Mulher encontrada morta no rio estaria em depressão

A Delegacia de Araucária trabalha com a hipótese de suicídio


O corpo da senhora Leocádia Machoski Dibas, 61 anos, foi encontrado às margens do rio Iguaçu, na noite de quinta-feira da semana passada, 6 de dezembro. Ela era moradora da área rural de Mato Dentro e no dia anterior teria vindo ao centro de Araucária. Porém, como não retornou para sua residência, os familiares acionaram a polícia.

As buscas começaram e logo a informação espalhou-se pelas redes sociais, quando o filho de Leocádia recebeu a notícia de que uma mulher com características semelhantes as de sua mãe teria pego um táxi para Guajuvira. Com isso, a Guarda Municipal e o Corpo de Bombeiros deslocaram-se até a região e encontraram o corpo, que foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), em Curitiba.

A Delegacia de Polícia Civil de Araucária instaurou inquérito para apurar o caso, mas, a princípio, está seguindo a linha de suicídio. Segundo informações, Leocádia estaria em depressão e seria sogra de Silvana Aparecida Dranka Dibas, 34 anos, que amarrou sua filha de 2 meses ao seu corpo e se jogou no rio, em março de 2016.

A DP ouvirá em breve os familiares de Leocádia e está aguardando o laudo de necropsia do IML.

Publicado na edição 1143 – 13/12/18

Sobre Katty Ferreira

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*