Home / Notícias / Policial / Pagou a conta com a própria vida

Pagou a conta com a própria vida


Cleonir estaria devendo e seu credor não perdoou a dívida

Cleonir estaria devendo e seu credor não perdoou a dívida

Os crimes já não têm mais hora pra acontecer. Por volta das 14h10 de sábado, 15 de novembro, mais um homicídio foi registrado na rua Alfredo Rodrigues, no jardim Arvoredo. Cleonir Antonio de Oliveira, 46 anos, mais conhecido como Gordo, foi executado com seis tiros, no interior de sua residência.

Apesar de o crime ter ocorrido em plena luz do dia, nenhuma testemunha quis se pronunciar. Até pouco tempo, a vítima morava em Campo Largo, e antes de vir para Araucária, era proprietário de uma pequena mercearia no bairro Ferraria. Segundo a Polícia Civil, Cleonir já tem passagens por furto, em Campo Largo e São José dos Pinhais.
10799726_684233818341872_1397714909_n
A polícia disse também que a filha da vítima relatou que no dia do crime, um homem a abordou na frente da casa, pedindo pelo pai. Ela teria dito que ele estava dormindo, mas o homem a teria forçado a mostrar onde ficava o quarto de Cleonir e também teria obrigado ela a revirar o guardarroupa a procura de dinheiro. A filha contou ainda que o homem chegou a dizer que ele e seu pai tinham uma dívida. Cleonir, ouvindo a conversa, teria levantado da cama, quando foi alvejado.

“A filha contou ainda que conhece o suposto autor do crime pelo apelido de Tiagão e também reconheceu as roupas que ele teria deixado na casa: uma camisa laranja, uma calça jeans e um boné”, disse o escrivão Luiz.

Texto: Maurenn Bernardo / Fotos: Rede Caveira

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*