Home / Notícias / Policial / Polícia Civil prende suspeitos de estelionato

Polícia Civil prende suspeitos de estelionato

Fabiano Augusto Claudionor negou as acusações. Foto: Rafaela Carvalho


 

A Polícia Civil de Araucária prendeu na última sexta-feira, 23 de novembro, em situações distintas, dois homens suspeitos de estarem praticando estelionato. Apesar de não serem comparsas, nem estarem agindo na mesma situação, ambos foram presos no bairro Fazenda Velha no momento em que tentavam aplicar mais um dos seus golpes.

O primeiro suspeito foi detido na rua Vital Brasil e identificado posteriormente como Paulo Felipe de Castro, 35 anos. Conforme informações repassadas pela Delegacia de Polícia Civil de Araucária, ele vendia os mesmos imóveis e móveis para várias pessoas, mas sempre pedia um sinal de negócio em dinheiro como garantia e depois dava no pé.

No momento em que foi preso, ele estava tentando fazer a troca de veículos, sendo uma Mercedes/C220 por um Kia Sportage. De acordo com a DP, a vítima foi ao banco e, em contato com o gerente, soube que havia mais de R$ 183 mil em pendências no Sportage. “A vítima também descobriu que o boleto que teria que pagar, apesar de estar em nome do banco, direcionava para uma outra conta de terceiro, não sendo o banco beneficiário”, explicou o delegado João Marcelo Renk Chagas.

Paulo foi detido em flagrante e com ele foram encontradas algemas, duas máquinas de passar cartão, cerca de R$ 4 mil e uma carteira de policial civil. O homem não era policial, mas filho de um delegado aposentado. “A carteira a princípio é falsa, será enviada para perícia. Também temos informações de que ele não agia sozinho, mas isso será identificado na fase do inquérito policial”, informou o delegado.

O suspeito já tinha passagem pela polícia por estelionato, inclusive já foi preso pela Delegacia de Estelionatos do Paraná. Ele tem antecedentes também no estado de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

SEGUNDO CASO

Na tarde do mesmo dia em que o primeiro suspeito de estelionato foi preso, foi também detido em flagrante Fabiano Augusto Claudionor, 39 anos, mas na rua Pedro Gawlak, pela prática do mesmo crime.

A prisão aconteceu momentos após a vítima procurar a DP, informando que um homem estaria em frente à Associação de Rádio Táxi tentando vender anúncios para uma publicação do Sindicato dos Escrivães da Polícia Civil do Paraná. Os valores dos anúncios giravam em torno de R$ 100,00 a R$ 300,00 e o homem emitia até mesmo recibos.

Na delegacia, Fabiano mostrou-se “boca dura” com a imprensa, durante coletiva, dizendo que teria sido preso por caçar pássaros. Ao ser questionado sobre os depoimentos das vítimas, ele respondeu que acusar era fácil. “Até que se prove ao contrário, eu sou inocente”, complementou.

Ainda, segundo informações, ele também estaria pedindo dinheiro em nome da Guarda Municipal de Araucária. Segundo a DP, assim como Paulo, Fabiano também já tinha passagem pela polícia por estelionato.

A Polícia Civil e a Guarda Municipal enfatizaram que não pedem dinheiro em nome da corporação. Caso alguém seja flagrado fazendo a venda de anúncios, como no caso de Fabiano, ou pedindo dinheiro em nome destas instituições, deve entrar em contato com a polícia.

Foto; Rafaela Carvalho

 

Publicado na edição 1141 – 29/11/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*