Secretaria de Segurança afasta guardas envolvidos em ocorrência que resultou na morte de morador do Tropical | O Popular do Paraná
Home / Notícias / Policial / Secretaria de Segurança afasta guardas envolvidos em ocorrência que resultou na morte de morador do Tropical

Secretaria de Segurança afasta guardas envolvidos em ocorrência que resultou na morte de morador do Tropical

A Secretaria Municipal de Segurança Pública (SMSP) afastou nesta segunda-feira, 11 de dezembro, os dois guardas municipais envolvidos na ocorrência que resultou na morte de Júlio Cesar Cordeiro, 38 anos, na noite do último sábado (9), na região do jardim Tropical.

Na tarde desta segunda, familiares e amigos de Júlio fizeram um protesto em frente à sede da SMSP, que fica na Avenida Archelau de Almeida Torres. Bastante emocionados, carregando faixas e cartazes, eles pediam para que o caso não fique impune.

Ainda nesta tarde, o comando da Guarda Municipal divulgou nota em que confirma o afastamento dos dois guardas e a abertura de sindicância para apurar os fatos. Segundo apurado por nossa reportagem, ambos sequer serão deslocados para atividades administrativas. A opção da direção da Secretaria foi a de que eles entrem no gozo de férias e, em seguida, licença prêmio, de modo que eles fiquem totalmente afastados do dia a dia da corporação enquanto dura a sindicância e também o inquérito que foi aberto pela Delegacia de Polícia Civil para elucidar o caso.

Abaixo, a íntegra da nota emitida pela Guarda Municipal

Sobre o fato ocorrido dia 09/12/2017, a Guarda Municipal de Araucária informa que os servidores foram afastados de suas funções e foi aberto processo de sindicância para apuração dos fatos. A GMA reforça que irá colaborar com as investigações e não deixará que tais fatos afetem o trabalho desenvolvido pela instituição. A GMA coloca-se à disposição para fornecer todo aparato possível, como provas, para que a verdade seja alcançada.

Todos os profissionais são treinados e orientados conforme a grade do Ministério da Justiça para atender a população na melhor forma possível e se for constatado abuso ou excesso por parte dos agentes, serão tomadas as providências cabíveis na esfera administrativa.

A corporação não pode ser condenada e julgada por um ato isolado haja visto que é notório a quantidade de serviços relevantes que tem prestado a comunidade Araucáriense em 14 anos de atividade.
Podemos citar que nos meses de setembro ao início de dezembro a Guarda Municipal de Araucária interviu salvando (04) vidas de tentativas de suicídio.

Sobre Redação

Redação

7 comentários

  1. FORA DE SÉRIE MESMO

    Acho uma puta sacanagem, se o cara tava armado, perto dessas cavas, qual era o motivo?

    Desculpa dos GMs? desde quando os GMs de Araucária tem faminha de ficar matando sem motivo?
    Com certeza teve um motivo!

    E dai que tem família? os GM também tem, e estão em busca da melhoria da sociedade, combatendo crimes, combatendo aos problemas que a sociedade enfrenta em relação à segurança.
    E ninguém conhece outra pessoa de verdade, é a situação que faz o ladrão, que faz o assassino, os criminosos em geral!

  2. Quais os nomes dos GMs. Alguem sabe? ja que a noticia não informa

  3. Gente, por favor, prestem atenção nas matérias que vcs escrevem… colocaram aí segunda dia 11 de Setembro… poxa, é segunda 11 de dezembro… revisem os textos antes de publicar pois o Jornal O Popular é referência de informação na cidade mas desse jeito fica difícil..

  4. Férias e licença prêmio?q baita castigo.nao estão fazendo nada além de oferecer os direitos deles como funcionário público q são. Deveria afastar de suas funções sim,Mas sem regalias.ah por favor.. .mais um caso assim como do coitado do padeiro alvejado no tayra?Por falar nisso,como está o andamento daquele caso?

  5. Isso é de tempos já. Aquela vez o motorista da PMA atropelou e matou a velhinha rodando a quase 100 por hora no centro e também nada aconteceu.

  6. Cade a arma q dizem q tava com ele e q dizem q ele atirou contra os guardinha?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*