Home / Notícias / Policial / Vara Criminal realiza 1º júri popular por videoconferência

Vara Criminal realiza 1º júri popular por videoconferência


Foto: divulgação

A Vara Criminal de Araucária realizou nesta quinta-feira, 31 de janeiro, o primeiro júri popular por videoconferência na cidade. No Paraná, foi o segundo julgamento que aconteceu por meio desta tecnologia.

De acordo com Claudia Leal Tino, chefe da Vara Criminal, desde dezembro os funcionários do Fórum já estavam trabalhando para que essa videoconferência acontecesse. “Fizemos alguns testes e neste primeiro júri de 2019, que também foi o primeiro por videoconferência, tudo correu bem”, contou.

Este tipo de júri deverá acontecer quando o réu estiver em outro estado. Nesse primeiro caso, o réu Ednilson da Rosa Souza, acusado por homicídio em Araucária em 2013, está preso atualmente em Itajaí, Santa Catarina, onde é acusado por tentativa de latrocínio. “Temos economia não só de tempo, mas também financeira. Se ele tivesse que vir para este júri teríamos que movimentar duas penitenciárias, solicitar escolta e segurança durante o julgamento”, pontuou. Sendo assim, com a videoconferência, é necessária apenas uma a reserva de sala onde o réu está.

Nos próximos dias, audiências de custódia, por exemplo, onde o indivíduo preso em flagrante tem o direito de ser ouvido por um juiz, serão realizadas todas por videoconferência. “Os presos na carceragem local, na Delegacia de Araucária, não precisarão mais ser deslocados até o Fórum. Os equipamentos necessários já estão sendo providenciados na delegacia. Assim, todo o processo será agilizado”, comentou Claudia.

A Vara Criminal não teve custos com a nova tecnologia, visto que a TV já utilizada foi destinada de apreensão e o Tribunal de Justiça forneceu a câmera e o computador.

Sobre Redação

Redação

One comment

  1. Essa ruiva de azul no centro da foto é linda!!!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*