Home / Notícias / Policial / Vítima de homicídio tinha extensa ficha criminal

Vítima de homicídio tinha extensa ficha criminal

Wagner sofreu tentativa de homicídio horas antes do fato ser consumado


 

Um brutal assassinato aconteceu na noite de sábado, 31 de março, na rua Coleiro, no bairro Capela Velha. Por volta das 23h a Polícia Militar foi acionada para atender a uma situação de disparo de arma de fogo.

Ao chegar ao local indicado, os policiais encontraram um homem caído no chão. No entanto, antes da chegada da PM, moradores contaram que ouviram tiros, saíram de casa e encontraram o indivíduo agonizando na via.

O socorro médico foi chamado, mas o homem, identificado como Wagner Soares, 30 anos, já estava morto. Foi acionado o Instituto Médico Legal (IML) e a Criminalística que identificou perfurações no pulso, ombro e tórax, todos do lado esquerdo do corpo da vítima.

Na madrugada daquela mesma data, a PM já havia sido acionada para uma ocorrência na rua Pinheiro, no jardim Arvoredo. No local, o mesmo homem, Wagner, estava com ferimentos por arma branca na perna. Ele relatou que não lembrava ao certo o que teria acontecido, somente que tinha envolvido-se em uma briga.

Depois que foi morto, familiares relataram à polícia que Wagner era alcoólatra e que há dois dias estava sem dar notícias. A família dele disse ainda que desconhecia qual o motivo do assassinato e possíveis desafetos da vítima.

A Delegacia de Polícia Civil de Araucária instaurou inquérito para investigar o crime, mas informou que Wagner tinha uma extensa ficha criminal. Em 2009 ele havia sido preso por porte ilegal de arma de fogo, em 2012 e 2013 foi preso por violência doméstica e em 2016 por roubo agravado. Em 2013, ainda, foram expedidos dois mandados de prisão contra Wagner e em 2016 um terceiro mandado em seu desfavor.

 

 

Foto: Marco Charneski

Publicado na edição 1107 – 05/04/2018

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*