Home / Notícias / Policial / Vítima denuncia “golpe das panelas” em Araucária

Vítima denuncia “golpe das panelas” em Araucária

A filha de um idoso que foi vítima do “golpe das panelas” denunciou o caso e contou que o pai perdeu mais de R$ 1.500,00. De acordo com ela, seu pai, de mais de 60 anos, ao sair do carro no estacionamento da Havan, foi abordado por uma mulher que dizia vender panelas da Polishop. Tratava-se, porém, de estelionato.

“Deram o golpe no meu pai no dia 15 de dezembro. Estou em contato com os órgãos competentes e também com o banco para tentar suspender a compra que foi feita pelo cartão de crédito”, comentou. Ela contou que quando seu pai chegou em casa, achando que havia feito um bom negócio, mostrou os jogos de panelas antiaderentes que tinha comprado. Quando foram testar as tais panelas, viram que tratavam-se de itens bastante comuns. “São produtos falsos, porque a vendedora fala que é antiaderente, mas é uma porcaria. A comida não só gruda, parece que até cola”, relatou.

No momento em que testaram os produtos comprados, a família da vítima se deu conta do que havia acontecido. De acordo com o idoso, a mulher loira, que estava em um veículo Corolla de cor branca, pegou uma chave de fenda e “riscou” a panela para comprovar a qualidade do produto.

“Segundo o meu pai, ela é bastante persuasiva. Fui procurar sobre esse golpe na internet e achei foto da mesma mulher atuando em outros estados do país. Em um deles, conforme noticiado pela mídia, ela já foi até presa. Temos certeza que é a mesma pessoa porque meu pai reconheceu a foto e o vídeo em que ela aparece”, destacou.

A filha da vítima comentou que recentemente viu em um grupo em rede social pessoas alertando para o golpe e indicando a mesma mulher como estelionatária, agindo no estacionamento da Havan e no do supermercado Condor do centro. “Todos relatam a mesma coisa, porém, pelo que conversei com outras vítimas, a mulher faz preços diferentes. Para alguns ela dá descontos, para outros, como no caso do meu pai, ela deu brindes (sendo duas caçarolas). Nas reportagens vi que para alguns idosos ela passa valores altos no cartão de crédito, em um dos casos foram 10x de R$ 500,00. No nosso caso, foram 12x de R$ 130,00”, afirmou.

Segundo a filha da vítima, que está em contato com outras vítimas a partir de rede social, no último domingo a mulher teria vendido 8 jogos de panelas falsas.

Publicado na edição 1145 – 10/01/18

Sobre Redação

Redação

3 comments

  1. Boa noite, gostaria do contato da filha do idoso que caiu no golpe da panela. Minha mãe também caiu. E não sabemos o que fazer….

    • Olá.

      No sábado fui abordado pela “loira do Corolla branco” que vende panelas. Me lembrei da matéria que li na sexta e chamei a GM. Eu estava no Condor da Archelau.
      Aguardei a GM chegar e disse onde a mulher estava. Chegaram até ela e fizeram a abordagem.

      Daí não sei mais o que houve, pois fui embora para não tumultuar o local.

  2. Fui abordada hj na Leroy Merlin do Parolin mas não cai no golpe graças a Deus. A mulher loira estava no carro, mas quem fez a abordagem foi uma morena muito articulada com sutaque bastante forte ( nordestino acho) estavam em um gol branco. Cuidado!!! Desconfiei que eram roubadas e não comprei, ao chegar em casa e pesquisar vi que se tratava de um golpe

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*