Home / Notícias / Política / A pedido do Ministério Público de Araucária, Justiça decreta prisão de Rui e mais dois

A pedido do Ministério Público de Araucária, Justiça decreta prisão de Rui e mais dois

_dsc0585
Desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira, 20 de dezembro, o Ministério Público de Araucária com o apoio do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumprem uma série de mandados de prisão e de busca e apreensão na cidade e também na região metropolitana. Entre os alvos da operação está o prefeito Rui Sérgio Alves de Souza (PTC).

Conforme apurou nossa reportagem, os mandados foram expedidos pelo desembargador José Carlos Dalacqua, da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), que atendeu ao pedido feito pelo MP local em ação conjunta com GAECO. Em Araucária, a força tarefa responsável pelas investigações é composta pelos promotores David Kerber de Aguiar, João Carlos Negrão, Josilmar Souza Oliveira e Thiago Artigaz Niclevicz.

Ainda conforme informação obtida pelo O Popular, contra o prefeito Rui Sérgio há um mandado de prisão preventiva. Além dele, outras duas ordens de prisão estariam sendo cumpridas nesta manhã. Uma delas é contra Joasiel Guilherme Soares e a outra contra Fabio Antonio da Rocha, que até o início do mês ocupava o posto de secretário de Finanças do Município. Contra Guilherme o mandado também é de prisão preventiva. Já contra Fábio a ordem é de prisão temporária.

Além das três prisões, nossa reportagem apurou que estariam sendo cumpridos vários mandados de busca e apreensão. Entre as casas alvos estariam a da secretária de Governo, Fernanda Karas, do procurador geral do Município, Carlos Alberto Grolli, do secretário de Meio Ambiente e que também responde interinamente pela pasta de Gestão de Pessoas, Marcio Silva Salgado, e do atual secretário de Finanças, Benedito Bezerra de Lima. As buscas ocorrem também na sede da Prefeitura.

Extorsão

Segundo apurou nossa reportagem, entre as suspeitas que pesam contra Rui e outros secretários está a de extorsão de fornecedores do Município, que – para receber – teriam que pagar certa porcentagem de suas faturas ao prefeito e algum de seus asseclas. O Popular apurou ainda que haveria até um vídeo em que Rui aparece recebendo certa quantia de empresário que tem contratos com a administração pública municipal.

Sobre Redação

Redação

8 comments

  1. Falta prender ainda o antigo Secretário de Obras, Leandro Andrade Alves que também estava participando do esquema que está sendo investigado. Saiu e entregou todo mundo. Uma vergonha….

  2. Mas isso é uma quadrilha!!!!

  3. Essa Fernanda Karas aprendeu em casa que a prefeitura é uma zona mesmo.O pai dela Eloi karas é um cara que ta na prefeitura desde 1979 ganhando 17 mil reais e esqueceu de ir embora,claro mamar na viuva é bom demais.Entao porque nao posso passar o bastao pra minha filhota ne?Pois é 17 mil ele e 14 mil ela para se produzir pouco na mesma secretaria de governo faz muito bem à conta e a prefeitura e o cidadao que esperem é so um detalhe

  4. Sol refletindo.

  5. o povo merece veja o naipi de alguns vereadores eleito meu deus quanta burrice

  6. o cara não sabe nem ler vai escreve o que os outros ditarem força de expreçao

  7. o povo tem que pena mesmo

  8. vai la no upa essa hora que vão ver o resultado de tudo isso o povo sem medico e tem vereador eleito pensando em fazer shouzinho no parque cachoeira festival vereador esqueça essa p de festival vai pro upa e la que o povo sofre

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*