Home / Notícias / Política / Após nova greve de ônibus, Rui troca comando da CMTC

Após nova greve de ônibus, Rui troca comando da CMTC

Gestão de Renê foi marcada por duas greves em menos de dois meses e acusações pesadas

Gestão de Renê foi marcada por duas greves em menos de dois meses e acusações pesadas


O prefeito Rui Sérgio Alves de Souza (PTC) exone­rou na última sexta-feira, 28 de outubro, o diretor presidente da Companhia Municipal de Transporte Coletivo (CMTC). Renê Janzen estava no cargo havia menos de dois meses.

Sua exoneração aconteceu ainda enquanto os motoristas e cobradores da Viação Tindiquera, responsável pelos ônibus do Transporte Integrado Arau­cária (Triar) estavam em greve por conta do atraso em seus adiantamentos salariais. A paralisação só foi encerrada no meio da tarde de sexta-feira, quando a CMTC depositou R$ 200 mil na conta da Tindiquera para que o vale dos empregados pudesse ser pago.

Segundo apurou nossa reportagem, Rui decidiu trocar Renê por entender que ele não teve habilidade suficiente para lidar com a complexidade do sistema de transporte coletivo da cidade. Nestes dois meses em que esteve à frente da CMTC foram duas greves e várias acusações à Tindiquera. Inclusive, de que a empresa teria recebido indevidamente algo em torno de R$ 20 milhões do Município ao longo dos últimos anos.

A integrantes de sua equipe, Rui teria dito que Renê fez um trabalho importante, que ajudaram a levantar números do transporte coletivo que sempre foram meio obscuros, mas que não conseguiu transformar esses dados em melhorias para o sistema de ônibus da cidade e sim em transtornos para os usuários.

O apreço de Rui por Renê é tanto que ele deve ser reaprovei­tado em outro setor da adminis­tração. Uma das possibilidades é que ele seja o novo diretor presidente da Companhia de Habitação de Araucária (Cohab).

Novo presidente vem de Cubatão

Para ocupar o cargo de diretor presidente da CMTC, Rui escolheu outro ilustre desconhecido da terra dos pinheirais: Eliseu Pinho Lira, que é funcionário concursado da Prefeitura de Cubatão, em São Paulo.

Lá, ele já foi superintendente da companhia de trânsito da cidade e atualmente atuava como superintendente do Fundo de Previdência daquele município. Ao que se sabe, Eliseu era a primeira opção de Rui para comandar a CMTC quando assumiu a Prefeitura. No entanto, naquela época, a Prefeitura de Cubatão não o liberou.

A troca na direção da CMTC não se restringiu a Renê. O diretor jurídico da companhia também deixou o cargo. O advogado Carlos Alberto Grolli, no entanto, foi envolvido em outra dança das cadeiras, que ceifou o cargo do procurador geral do Município, Rodrigo Lichtenfels (leia matéria abaixo).

Em razão da saída de Rodrigo da Prefeitura, Grolli foi alçado ao posto de procurador geral. Para seu posto na CMTC, Rui chamou Giovani Antonio de Luca, que também nunca havia atuado na administração pública de Araucária. Segundo informações da Secretaria Municipal de Comunicação Social (SMCS), o novo diretor jurídico é especialista na área de transporte coletivo.

Texto: Waldiclei Barboza / Foto: Everson Santos

Sobre Redação

Redação

3 comments

  1. Remanejando peças.

  2. Pois é o dinheiro do povo é capim.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*