Araucária tem nova candidata a deputada federal pelo PSC | O Popular do Paraná
Home / Notícias / Política / Araucária tem nova candidata a deputada federal pelo PSC

Araucária tem nova candidata a deputada federal pelo PSC

Priscila de Carvalho foi oficialmente lançada como candidata a deputada federal no último fim de semana

 

A araucariense de 27 anos, Priscila de Carvalho, apesar de ter formação em Engenharia de Produção e vivência com diversos projetos sociais, decidiu galgar um posto na política, pelo PSC, após ter conhecido pessoas neste meio que, de acordo com ela, compartilham de suas ideias.

Ela foi lançada oficialmente como candidata a deputada federal após a convenção do PSD que aconteceu no último fim de semana, lançando também Ratinho Junior como candidato a governador do Estado. “Confesso que não pensava em uma possível carreira política, mas, com o passar do tempo, devido aos projetos que desenvolvi e as sugestões feitas à Assembleia Legislativa, conheci pessoas que pensam como eu e fui convidada, no início deste ano, para disputar uma cadeira na Câmara de Deputados”, disse Priscila.

A candidata contou que desde muito jovem, ainda com 14 anos, buscou por sua formação, pois sempre acreditou que desta forma seria mais fácil alcançar seus objetivos. “Venho de uma família muito simples. Minha mãe trabalhava como doméstica e desossadora de frangos. Aos 14 anos trabalhei como mecânica pelo programa Menor Aprendiz. Em paralelo a isso, estudei, consegui concluir minha faculdade, depois busquei especializações na área, junto a colocações no mercado de trabalho. Me casei, tive um filho e, por ele, optei em deixar de lado, ainda que por algum tempo, minha carreira profissional. Tive essa chance porque posso contar muito com meu marido e família”, contou Priscila. Por outro lado, sempre muito ativa, ela não conseguiu ficar parada e acabou envolvendo-se com projetos sociais e iniciou as atividades da ONG Mulher Paranaense.

Com a ONG, ela firmou diversas parcerias para buscar o empoderamento das mulheres e a recolocação delas no mercado de trabalho. “Hoje tenho a plena certeza de que o meio não nos define. Eu sou a prova viva disso, pois vim de um meio muito humilde e estou conseguindo alcançar minhas metas”, afirmou.

Arregaçar as mangas e correr atrás daquilo que se acredita, é, segundo Priscila, algo que permeará sua carreira política, caso ela confirme-se nas próximas eleições. “Aprendi muito com os projetos dos quais participei e participo atualmente”, comentou a candidata.

Ela contou que, além de cobrar os deputados por atuação condizente aos cargos que ocupam e também por Projetos de Lei que beneficiem a população, já encaminhou matérias legislativas que tinham o intuito de solucionar problemas, como as envolvendo deficientes auditivos, mulheres vítimas de violência obstétrica, entre outros.

Agora, justamente por sua trajetória profissional, acredita que o país precisa voltar a investir na educação técnica dos jovens. “A volta dos cursos técnicos é uma das minhas metas. Eu sou o resultado disso e sei que dá certo”, disse. Outro ponto que Priscila ressaltou foi a valorização do trabalhador e do aposentado. Ainda, ela comentou sobre a estrutura e apoio que as ONG’s, associações e afins precisam receber. “É necessário atenção e olhar especial a este tipo de organização que se dedica a cuidar de idosos ou apoiar aqueles que tenham alguma deficiência ou condições peculiares que estão presentes na vida de muitas famílias brasileiras”, concluiu.

Texto: Rafaela Carvalho

Foto: Everson Santos

Publicado na edição 1123 – 26/07/18

Sobre Redação

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*