Home / Notícias / Política / Gasto com Educação não resultou em boa nota

Gasto com Educação não resultou em boa nota


O cruzamento de vários dados estatísticos disponíveis ao cidadão com a nota obtida pelas escolas municipais de Araucária no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado no início deste mês, mostra que gestores, professores e alunos não estão fazendo sua lição de casa direito. Isso porque, embora seja o Município que, de maneira per capita, mais disponibiliza dinheiro para manutenção da rede de ensino, a cidade tem a quarta pior nota no Ideb, considerando os municípios paranaenses com mais de cem mil habitantes.

Ao todo, o Paraná tem dezenove cidades com mais de cem mil habitantes, sendo que destas em apenas cinco as prefeituras também mantém, em algum grau, a responsabilidade pelo ensino das chamadas séries finais do Ensino Fundamental (6ª a 9ª). Justamente por isso, a análise feita pela reportagem de O Popular leva em conta apenas as notas das chamadas séries iniciais do Ensino Fundamental, onde Araucária obteve a medíocre nota de 5,4, ficando na 16ª posição, apenas à frente de Paranaguá, Almirante Tamandaré e Piraquara.

Entre os municípios paranaenses com mais de 100 mil habitantes, a primeira colocação é de Foz do Iguaçu, que obteve excelentes 7,3 de média. Lá, a Prefeitura é a responsável apenas pelo ensino do 1º ao 5º. São cerca de 16 mil alunos, sendo que a cidade investiu em 2013 R$ 123 milhões na área. Fazendo uma conta simples, é como se cada aluno tivesse custado R$ 7,6 mil por ano aos cofres públicos. O valor, diga-se de passagem, é inferior ao investido pela Secretaria de Educação de Araucária no mesmo ano. Aqui, a manutenção das escolas foi orçada em R$ 146 milhões no ano passado. Considerando que, segundo dados do Censo da Educação, estavam matriculados no Ensino Regular cerca de 18 mil estudantes, temos que o custo anual de cada um deles foi de R$ 8,3 mil. Ou seja, o aluno em Araucária custou mais do que em Foz do Iguaçu, porém o desempenho acadêmico deles foi muito melhor do que o nosso.

Os dados mostram, sem paixão, que algo está errado com a Educação de Araucária. E o problema não é a falta de dinheiro. Muito pelo contrário, a Prefeitura está gastando muito com o setor e não está tendo um retorno, no mínimo, regular.
03  politica pb copy
Texto: Waldiclei Barboza

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*