Home / Notícias / Política / Gratuito, novo EstaR terá 36 ruas

Gratuito, novo EstaR terá 36 ruas

Placas indicando as vias incluídas no estacionamento rotativo já começaram a ser instaladas e já devem ser obedecidas pelos motoristas

 

Ao todo, 36 vias da região central da cidade foram incluídas no decreto que restabeleceu a rotatividade de vagas de estacionamento em Araucária. O popular EstaR volta quase um ano e meio depois de ter sido suspenso para que a Secretaria Municipal de Urbanismo (SMUR) reavaliasse a melhor forma de monitoramento e rodízio dessas vagas.

O novo decreto foi publicado no último dia 7 de fevereiro e, na teoria, já está valendo naquelas vias devidamente sinalizadas com as placas de identificação do EstaR. Até o momento foram colocadas 100 placas indicando a regulamentação e nos próximos dias outras 300 devem ser implantadas.

Ao contrário do antigo sistema, o novo EstaR não será cobrado e permitirá que o motorista ocupe as vagas por até 1 hora. Depois disso, ele fica sujeito à autuação pelos agentes de trânsito do Município. Para auxiliar os agentes, o monitoramento do novo sistema contará com um sistema de câmera que lê a placa dos veículos e registra o horário em que isso foi feito. O equipamento será instalado num veículo do Departamento de Trânsito que percorrerá as ruas cujo rodízio de vagas é regulamentado.

Após uma hora, a viatura, que é conduzida por agentes de trânsito, refaz o trajeto e identifica as placas dos carros que permanecem estacionados a mais de sessenta minutos na mesma vaga, possibilitando que o agente o autue por estacionar em desacordo com o regulamento da via. A multa para esse tipo de infração é de R$ 195,23 e mais cinco pontos na carteira de motorista.

O horário de vigência do EstaR será de segunda a sexta-feira das 9h às 18h e, aos sábados, das 9h às 13h. Neste primeiro momento, conforme explicou a SMUR, os agentes de trânsito apenas orientarão os motoristas acerca do retorno do estacionamento rotativo.

Sem aviso de irregularidade

Os motoristas também precisam ficar atentos porque, ao contrário do antigo EstaR, quem ficar mais tempo do que o permitido na vaga será autuado diretamente. Não haverá mais a emissão do chamado Aviso de Irregularidade (AI), que dava cinco dias para que quem desrespeitasse a rotatividade regularizasse a AI pagando uma taxinha. Agora, a utilização da vaga será gratuita (antes precisava pagar), mas quem ficar mais tempo que o permitido, poderá ser multado “de cara”.

Confira a relação de ruas que passarão a ter EstaR

01 Praça Dr. Vicente Machado, todo o quadrante
02 Rua Mal. Floriano Peixoto, do início até rua Pres. Carlos Cavalcanti.
03 Rua Pref. Odorico Franco Ferreira, entre av. Alfred Charvet e rua Cel. João Antonio Xavier.
04 Rua Dr. Claudino dos Santos, entre rua Cel. João Antonio Xavier e rua Pres. Carlos Cavalcanti.
05 Rua Major Sezino P. de Souza, entre rua Dr. Guilherme da Motta Correa e rua Francisco Xavier da Silva.
06 Rua Dr. Júlio Szymanski, entre rua Jorge Antonio Mansur e rua Francisco Xavier da Silva.
07 Rua João Pessoa, entre rua Expedicionários Brasileiros e rua Cel. Joaquim Palhano.
08 Av. Dr. Victor do Amaral, entre rua Manoel Ribas e rua Maria Karas.
09 Rua Diógenes Brasil Lobato, entre Praça Dr. Vicente Machado e rua Francisco Xavier da Silva.
10 Rua Prof. Alfredo Parodi, entre rua Rodolpho Hasselmann e rua Cel. João Antonio Xavier.
11 Rua Pedro Druszcz, entre av. Archelau de Almeida Torres e rua Cel. João Antonio Xavier.
12 Rua São Vicente de Paulo, entre rua Manoel Ribas e av. Archelau de Almeida Torres.
13 Rua Alexandre Borrazo, entre av. Dr. Victor do Amaral e rua São Vicente de Paulo.
14 Rua Suzana Suckow, entre av. Dr. Victor do Amaral e rua São Vicente de Paulo.
15 Rua Rodolpho Hasselmann, entre rua Julieta Vidal Ozório e rua São Vicente de Paulo.
16 Rua Heitor Alves Guimarães, entre rua Julieta Vidal Ozório e rua Júlia Thereza Bini.
17 Av. Alfred Charvet, entre rua Pref. Odorico Franco Ferreira e av. Dr. Victor do Amaral.
18 Av. Archelau de Almeida Torres, entre av. Dr. Victor do Amaral e rua Júlia Thereza Bini.
19 Trav. Frederico Basso, entre rua Prof. Alfredo Parodi e rua Pedro Druszcz.
20 Trav. Elvira Pizzato Ferreira, entre rua Pref. Odorico Franco Ferreira e av. Dr. Victor do Amaral.
21 Rua Fernando Suckow, entre av. Dr. Victor do Amaral e rua Júlia Thereza Bini.
22 Rua Dr. Guilherme da Motta Correa, entre rua Pref. Odorico Franco Ferreira e av. Dr. Victor do Amaral.
23 Trav. Sezino Basso, entre rua Major Sezino P. de Souza e rua Pref. Odorico Franco Ferreira.
24 Rua Miguel Bertolino Pizzatto, entre av. Dr. Victor do Amaral e rua Júlia Thereza Bini.
25 Av. Brasil, entre rua Pedro Druszcz e rua Júlia Thereza Bini.
26 Rua Paulo Alves Pinto, entre av. Dr. Victor do Amaral e rua Pedro Druszcz.
27 Rua Expedicionários Brasileiros, entre rua Major Sezino P. de Souza e av. Dr. Victor do Amaral
28 Trav. Estanislau Grebos, entre rua Prof. Alfredo Parodi e rua Pedro Druszcz.
29 Rua Cel. João Antonio Xavier, entre Rodovia do Xisto e rua Pedro Druszcz.
30 Rua Cel. Joaquim Palhano, entre Terminal Rodoviário e rua João Pessoa.
31 Rua Pres. Carlos Cavalcanti, entre Rodovia do Xisto e Praça Dr. Vicente Machado.
32 Rua Sete de Setembro, entre Praça Dr. Vicente Machado e rua Bruno Cichon.
33 Rua Jorge Antonio Mansur, entre rua Major Sezino P. de Souza e rua Dr. Júlio Szymanski.
34 Av. Alfred Charvet, entre rua Edmundo Ferreira e numeração predial 862, ambos sentidos.
35 Rua Francisco Dranka, entre av. Alfred Charvet e rua Ernesto Hasselmann.
36 Rua Ernesto Hasselmann, entre av. Alfred Charvet e rua Francisco Dranka

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1150 – 14/02/2019

Sobre Redação

Redação

3 comments

  1. Beleza acabou a bagunça seus comerciantes folgados.Nada de carros o dia inteiro estacionado ou para vendedores de autos,com seus estoques o dia inteiro la fora.E para aqueles que consertam carros nas ruas,tambem ta valendo.E olha que a tolerancia ainda é muito grande,1hora.Quanto que é em curitiba mesmo????

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*