Home / Notícias / Política / Mais transparência ao trabalho dos vereadores

Mais transparência ao trabalho dos vereadores


Novo sistema permite uma série de pesquisas sobre as atividades dos vereadores

Novo sistema permite uma série de pesquisas sobre as atividades dos vereadores

Os araucarienses ganharam mais uma ferramenta para acompanhar o trabalho dos vereadores da cidade. É o Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL), que já está disponível no site da Casa de Leis.

As funcionalidades do novo sistema foram apresentadas ao público recentemente durante sessão plenária e por meio dele é possível desnudar a atuação de cada um dos onze edis que integram o parlamento municipal. Ele também possibilita ao cidadão acompanhar, em tempo real, a tramitação das proposições pela Câmara, sejam elas de iniciativa do Executivo ou do Legislativo.

O SAPL permite, por exemplo, obter informações sobre as proposições apresentadas por cada edil, bem como comparecimento às sessões e uma série de outros dados.

Também chama a atenção o fato de o novo sistema ter sido implantado por iniciativa da própria Casa de Leis. Ou seja, não há nenhuma norma que obrigue sua utilização. Logo, ao fornecer ao cidadão uma ferramenta de transparência tão importante como o SAPL, os vereadores mostram que estão em sintonia com a sociedade, que cada vez mais exige que homens públicos, pagos com recursos do erário, prestem contas de suas ações ao contribuinte.

“O SAPL é uma conquista dos vereadores desta legislatura, que vem procurando fazer as coisas de forma diferente. Nas próximas sessões, inclusive, vamos votar uma resolução implantando o sistema na Câmara”, destaca o presidente da Casa, Pedro Gilmar Nogueira (PTN). Ainda conforme ele, a colocação da ferramenta para funcionar só está sendo possível graças ao empenho dos funcionários efetivos e comissionados do Poder Legislativo.

Vale destacar ainda que a cessão do SAPL foi feita de forma gratuita à Câmara de Araucária. Isso porque o sistema foi desenvolvido pelo Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), vinculado ao Senado Federal.

Texto: Waldiclei Barboza

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*