Home / Notícias / Política / Mesmo com orçamento menor, Câmara devolve quase R$ 10 milhões à Prefeitura

Mesmo com orçamento menor, Câmara devolve quase R$ 10 milhões à Prefeitura

Ben Hur fez entrega do cheque simbólica de quase R$ 10 milhões ao prefeito Hissam Dehaini na última semana de dezembro

 

R$ 9.420.423,32. Foi esta cifra milionária que a Câmara de Vereadores conseguiu economizar de seu orçamento no ano de 2017. A sobra foi entregue pelo presidente do Poder Legislativo, Ben Hur Custódio de Oliveira (PR), ao prefeito Hissam Hussein Dehaini (PPS) na última semana de dezembro e será utilizado pela Prefeitura para construção de duas escolas e um Cmei ao longo de 2018.

De acordo com o Bem Hur, a economia só foi possível porque a Câmara entendeu o momento financeiro pelo qual passa o Município, sendo que desde o início de sua gestão orientou aos departamentos administrativos da Casa sobre a necessidade de que não houvesse qualquer tipo de desperdício de dinheiro público. “Graças ao apoio dos demais vereadores e de todos os servidores da Câmara fizemos a gestão mais econômica dos últimos anos e mesmo tendo recebido menos recursos do que outras legislaturas conseguimos devolver ao Executivo 36% do que recebemos ao longo de 2017”, comemorou.

Segundo dados da direção da Câmara, os repasses financeiros ao Legislativo em 2017 foram de R$ 26,2 milhões. O valor é inferior ao transferido pelo Executivo em 2016 (R$ 29,8 milhões), 2015 (R$ 31,5 milhões), 2014 (R$ 27,1 milhões) e 2013 (R$ 27,8 milhões). Mesmo com o orçamento mais enxuto, as despesas da Câmara no ano passado, seja com a folha de pagamento dos funcionários efetivos e comissionados, bem como custos com material de expediente, água, luz, telefone, entre outros totalizou R$ 16,7 milhões. Para se ter uma ideia, em 2016 as despesas com a manutenção da Casa foi de R$ 19,4 milhões. Em 2015, R$ 24 milhões. Em 2014, R$ 22,3 milhões e 2013 chegaram a R$ 19,5 milhões.

Escolas e Cmei

Os quase R$ 10 milhões que a Câmara devolveu ao Executivo neste final de 2017 já tem destinação certa. Isto porque o dinheiro deve ser utilizado na construção de duas escolas e um centro municipal de educação infantil. A ideia da Secretaria Municipal de Educação (SMED) é que a grana devolvida pelos vereadores banque a edificação de um novo prédio para abrigar a Escola Municipal Ambrósio Iantas, no jardim Iguatemi, que já há alguns anos clama por melhorias. Também naquela comunidade, a economia legislativa deve propiciar a construção de um novo Cmei. Já o outro prédio é que substituirá a atual sede da Escola Municipal Pedro Biscaia, no Campina da Barra. “Fico muito feliz de que esses recursos que a gente economizou lá na Câmara sejam revertidos para melhorias da nossa rede municipal de Educação. Isto é mais um incentivo para que continuemos fazendo uma legislatura que só gasta o estritamente necessário, de modo que sobre dinheiro para investir em áreas que nossa cidade ainda é carente”, finalizou Ben Hur.

 

Texto: Waldiclei Barboza / Foto: Carlos Poly/SMCS

Publicado na edição 1094 – 04/01/2018

Sobre Redação

Redação

One comment

  1. Como tem gente que gosta de aparecer usando dinheiro público , né??????

    Não fazem mais que a obrigação, o dinheiro não era deles mesmo?

    Esse Ben Hur não é exemplo de nada !!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*