Home / Notícias / Política / Rui garante a servidores que não vai dar calote no 13º e no salário

Rui garante a servidores que não vai dar calote no 13º e no salário

Rui recebeu representantes dos sindicatos para reunião no quarto andar da Prefeitura

Rui recebeu representantes dos sindicatos para reunião no quarto andar da Prefeitura


Depois de muitos dias praticamente fazendo plantão na porta da Prefeitura, os sindicatos que representam o funcionalismo municipal, Sifar e Sismmar, finalmente conseguiram ser recebidos pelo prefeito Rui Sérgio Alves de Souza (PTC).

O encontro aconteceu na última sexta-feira, 18 de novembro, no salão nobre da Prefeitura. Na oportunidade, Rui garantiu que não há qualquer risco de os servidores ficarem sem receber os salários de dezembro e o décimo terceiro.

As dificuldades financeiras pelas quais passa a Prefeitura fez com que os sindicatos acendessem a luz de alerta para um possível calote do Município justamente agora no final do ano, quando se dará a troca de gestão. “Não quero sair da Prefeitura como alguém que não pagou o 13º ou salário”, afirmou Rui.

Ainda na oportunidade, Rui afirmou que gostaria de pagar a primeira parcela do décimo ainda no mês de novembro, mas disse que infelizmente isso não será possível, já que não haveria todo o valor necessário para isso. “Gostaria de poder pagar o quanto antes, mas a realidade é que hoje trabalhamos com uma parcela única até 20 de dezembro, dentro do que a lei prevê. É o que podemos garantir”, afirmou. Em sua fala, o prefeito ressaltou que a garantia de que não haverá calote também se estende a aposentados e pensionistas da Prefeitura.

Também conforme informações da Secretaria de Comunicação Social (SMCS), o salário do funcionalismo no mês que vem deve ser pago entre os dias 25 e 30 de dezembro.

Alerta

Apesar de ter dado a palavra de que não haverá calote, tanto o Sifar quanto o Sismmar garantem que vão continuar alertas quanto a possibilidade de os funcionários ficarem sem receber o salário de dezembro e o décimo. Isto porque Rui não teria apresentado dados concretos sobre as finanças do Município com garantias de que haverá recursos suficientes para quitar esses compromissos com o funcionalismo.

Outras pautas

Ao longo da reunião da última sexta-feira, que durou mais de uma hora, Rui e a direção dos sindicatos também discutiram outros assuntos, como o reajuste do vale-alimentação, o pagamento do terço de férias e as contratações recentes de cargos em comissão feitas pela Prefeitura. Porém, com relação a estes temas, não houve consenso, sendo que a questão das férias e do vale-alimentação terá que ficar para serem discutidas em janeiro, já com o novo prefeito. Já sobre a contratação de CCs, Rui não deu muita margem para conversa.

Assembleia

Para discutir o assunto com suas bases, tanto Sifar quanto Sismmar convocaram para esta sexta-feira, 25 de novembro, a partir das 15h, uma assembleia em fren­te à Prefeitura. Na oportunidade será posto em pauta um indicativo de greve.

Texto: Waldiclei Barboza e assessorias / Foto: carlos poly / smcs

Sobre Redação

Redação

6 comments

  1. Natal garantido.

  2. Pois é mas continua nomeando.Um mes somente um mes um novo secretario de obras o sr.
    ESTACIO ISSAMI HARA 3.358.603-5/PR 12688 SMOP
    A partir de 25/11/2016 – Cargo: SECRETÁRIO MUNICIPAL OBRAS PUBLICAS E TRANSPORTES – no diario de ontem 29/11/16.
    Provavelmente era isso que precisava para tapar o buraco da archelau,em menos de 1 mes ele vai solucionar tudo isso

  3. Não confiaria muito na palavra desse cara…

  4. 11 nomeados no diario oficial no dia 02 11 16.Ate parece inicio de mandato,mas nao é e eles param dia 22

  5. Mas não é só culpa dele, certeza que é pressão daquele bando de vagal que tá na camara

    • Pois é se ele fosse justo nao daria mais nada a eles.Claro que nao é so dele é culpa de zeze que criou esse sistema com o legislativo desde 2001 e do olizandro que esteve sempre no mesmo grupo do paizao.Sao 16 anos(2001-2016) 2x zeze e 2x olizandro alternados, de desmonte de uma araucaria rica e de intensas negociatas do executivo com o legislativo

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*