Home / Notícias / Política / Veja qual foi a produtividade dos vereadores em 2018

Veja qual foi a produtividade dos vereadores em 2018


 

Antes de focarmos em acompanhar o trabalho da Câmara de Vereadores em 2019, é importante darmos uma última olhadinha no desempenho de nossas excelências no ano passado.

Pensando nisso, O Popular voltou seus olhos aos dados constantes no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL), principal ferramenta de transparência pública disponibilizada pela Câmara. Por meio do SAPL, desde que o programa seja corretamente alimentado pelos servidores da Casa de Leis, é possível saber quanto é a atividade parlamentar de cada um em tempo quase real.

Obviamente, como sempre deixamos claro em nossos levantamentos anuais sobre a atividade parlamentar, não existe apenas uma forma de se medir a atuação de um vereador ao longo do exercício do mandato. Porém, pelo olhar da produtividade quantitativa, não há métrica melhor do que aquela disponibilizada pelo SAPL.

O levantamento feito pelo O Popular, com base nos dados do SAPL, mostra que o vereador com a maior produção legislativa foi Fábio Alceu (PSB), com 372 proposições. Em segundo aparece Amanda Nassar (PMN), com um total de 320. Bem atrás, em terceiro, está o agora ex-vereador Leandro da Academia (PPS) com 223. Ele, como se sabe, perdeu, no final do ano passado, a vaga no parlamento pela prática de infidelidade partidária.

Interessante do levantamento de produtividade do ano passado é que, embora sejam onze as cadeiras na Câmara, a pesquisa apontou 16 edis com atividade parlamentar. Isto porque 2018 foi conturbado pelos lados da Praça da Bíblia, com incríveis cinco edis tendo que ser substituídos por conta de decisões judiciais.

Na tabela, conforme se vê na legenda, os parlamentares que assumiram o cargo no decorrer do ano estão identificados com dois asteriscos e aqueles que caíram das cadeiras no mesmo ínterim com um asterisco.

Tendo em vista todas essas variáveis, apenas seis edis tiveram doze meses completos de atividades parlamentar. Outros dois deixaram os cargos já após o início do recesso legislativo, que começou em 15 de dezembro de 2018. Logo, para esses casos, é possível dividir a atividade parlamentar completa por doze para termos uma média mensal de trabalho de cada um deles. Por esta regra, é possível dizer que a média mensal de proposições do vereador Fábio Alceu é a mais alta, com 31 apresentações. A mais baixa, dentre os oito que tiveram doze meses de mandato, é do vereador Celso Nicácio, com apenas 1,58 proposta/mês.

Apenas para efeito de comparação, a produtividade legislativa de Nicácio em doze meses é inferior a de Vanderlei Cabeleireiro, que ficou apenas quatro meses na Câmara em 2018. Veja todos os números abaixo.

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1151 – 21/02/2019

Sobre Redação

Redação

5 comments

  1. Tem cada tralha nessa lista aí, nein?? Acorda, Hissan!!!!

  2. Tem 16 ai nao era 11.E os 16 estao recebendo?

  3. Interessante! Mas a imagem esta pequena , não dá pra ver bem os numeros, e quando amplia fica ruin a qualidade do gráfico!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*