Home / Notícias / Política / Vereadores garantem que haverá emenda para manter onze cadeiras

Vereadores garantem que haverá emenda para manter onze cadeiras


Reunião aconteceu no início da tarde desta quinta-feira, no Fórum.

Reunião aconteceu no início da tarde desta quinta-feira, no Fórum.

Oito dos onze vereadores de Araucária se reuniram na tarde desta quinta-feira, 2 de junho, com representantes do Ministério Público local para discutir o cumprimento da recomendação feita pelo órgão no que diz respeito a necessidade de revogação da emenda à lei orgânica que ampliou de onze para quinze o número de vagas no Poder Legislativo.

O encontro, que aconteceu no salão do júri do Fórum da cidade, também serviu para que os promotores repassassem aos edis o resultado da audiência pública realizada no dia 24 de maio. Naquele evento, a imensa maioria dos presentes disse ser contra o aumento de vagas no legislativo araucariense.

A reunião de ontem à tarde foi coordenada pelo promotor de Patrimônio Público da cidade, João Carlos Negrão, mas também contou com a presença dos promotores Thiago Artigas Niclewicz e David Kerber de Aguiar. Na oportunidade, o presidente da Câmara, Wilson Roberto David Mota (PSD), explicou que a sessão que aprovou a ampliação do número de edis foi anulada por um ato da Mesa Diretora da Casa e que esse ato foi posto em votação e aprovado por unanimidade dos vereadores. Segundo os promotores, no entanto, a forma utilizada para revogar a emenda, não foi a mais adequada, vez que isto deveria ser feito por meio de uma nova emenda à lei orgânica que deixasse claro que o número de integrantes no parlamento municipal segue onze.

Após a orientação dos promotores, os edis concordaram em iniciar a tramitação de um projeto de emenda à lei orgânica para ratificar o ato da Mesa Diretora, mantendo-se assim as cadeiras da Câmara em onze. Conforme Betão, essa nova emenda será aprovada em no máximo trinta dias.

Além do presidente da Casa, Adriana Cocci (PTN), Clodoaldo Pinto Junior (PROS), Esmael Padilha (PSL), Francisco Cabrini (PP), Paulo Horácio (SD), Pedrinho Nogueira (PTN) e Vanderlei Cabeleireiro (DEM) garantiram aos promotores que votarão favoráveis a manutenção das cadeiras em onze, como forma de sanar definitivamente o vício que continha o projeto anterior, que ampliou as vagas no parlamento de onze para quinze. Na oportunidade, Paulo Horácio disse ainda que Pedrinho da Gazeta (PMDB), que não pode comparecer à reunião de ontem, o autorizou a dizer que também votará favorável à emenda dos onze. Com isso, os únicos que acabaram não se manifestando oficialmente sobre o assunto foram Alex Nogueira (PSDB) e Josué Kersten (PDT), que não compareceram ao encontro de ontem. Porém, conforme apurou nossa reportagem, ambos também devem votar no mesmo sentido de seus pares.

Confira a ata na íntegra clicando aqui

Texto: Waldiclei Barboza / FOTOS: DIVULGAÇÃO

Sobre Redação

Redação

One comment

  1. nao fazem mais que a obrigação

    nao são elkes que representam o povo

    o povo já disse que não quer aumento de cadeiras

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*