Depressão | O Popular do Paraná
Home / Colunas / Coluna do IMA / Depressão

Depressão

A depressão, é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente, caracterizada principalmente por tristeza profunda e desânimo, sem ter uma causa aparente que justifique o quadro. Também podem ocorrer outros sintomas, como: isolamento, angústia, baixa autoestima, alteração do sono e do apetite, etc..

É importante distinguir das tristezas transitórias, relacionadas com eventos da vida de cada um, como morte de amigos ou familiares, perda de emprego, dificuldades econômicas, problemas amorosos, etc.. Nestes casos a depressão é transitória e a própria pessoa de uma forma ou outra melhora, sem necessidade de tratamentos. No entanto se a pessoa tiver uma tendência genética para depressão as situações acima podem servir de gatilho, para iniciar ou recidivar um quadro depressivo.

Os quadros depressivos podem ser leves ou graves, estes, podem impossibilitar a pessoa de realizar simples atividades sociais e muitas vezes interferindo no próprio convívio familiar. Os casos patológicos, que necessitam de algum tipo de tratamento, a pessoa permanece deprimida o tempo todo e por dias, mesmo sem ter uma causa que justifique, perdendo o interesses pelas atividades cotidianas que antes se interessava com alguma satisfação ou prazer. Os quadros depressivos, variam nos tipos e intensidades de sintomas, sendo cada caso tratado de forma especifica (o tratamento que é adequado para um pode não servir para outro).

Os sintomas básicos, são a Tristeza e Desânimo, sendo comum ter outros sintomas associados como: Alterações de peso; distúrbio do sono; agitação ou apatia; fadiga; sentimento de culpa; alteração da libido; distúrbio de concentração; Ideias suicidas.

O diagnóstico é clinico, ou seja através da história clinica do paciente. Em geral os quadros depressivos devem ter de 4 a 5 dos sintomas acima relacionados.

No tratamento em geral, são utilizados medicamentos antidepressivos, podendo as vezes ter que associar outras classes de medicamentos, como ansiolíticos ou anti-psicóticos, dependendo de cada caso. A acupuntura e a psicoterapia, também fazem parte do arsenal terapêutico.

Em geral a atividade física associada a psicoterapia e uso de medicamentos adequados dão excelentes resultados. Muitos pacientes somente com psicoterapia e atividades físicas, obtêm melhora, porém muitos necessitam acompanhamento médico constante e às vezes uso contínuo de medicamentos.

É importante entender, que a Depressão é uma doença, como outra qualquer (não é fingimento, preguiça ou irresponsabilidade, como às vezes familiares e amigos possam rotular estes pacientes), e necessita de tratamento para obter melhora. Muitas pessoas passam grande parte ou até a vida toda, sofrendo com a depressão por não aceitar ou querer melhorar sozinha, sem ajuda médica. Se você conhece alguém que apresenta tristeza persistente ou desânimo com as atividades da vida, sugira que procure um médico para investigação do seu caso, pois poderá ser um caso de depressão e com um tratamento poderá voltar a ter uma vida normal.

Visite o nosso site: www.clinicaima.com.br.

 

 

 

Publicado na edição 1116 – 07/06/2018

Sobre Redação

Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Seu endereço de email não será publicado. Os campos requiridos são marcados com *

*