Home / Colunas / Coluna do IMA / Prevenção do câncer ginecológico

Prevenção do câncer ginecológico


1. Como podemos prevenir o câncer ginecológico?
Os exames básicos são o Papanicolau conhecido como preventivo do colo de útero, a mamografia para o câncer de mama e a ecografia transvaginal para câncer de ovário.

2. A partir de que idade deveremos começar a realizar esses exames?
O Papanicolau deve ser colhido após o início da atividade sexual. Sua frequência deve ser anual, ou de acordo com a orientação do ginecologista.
A mamografia tem seu inicio a partir dos 35 anos a cada dois anos, e a partir dos 40 anos anualmente. Podendo sofrer alterações na frequência de acordo com o resultado encontrado.

O câncer de ovário é mais comum após 50 anos, como os sintomas são tardios 3/4 dos cânceres de ovário se apresentam em estágio avançado no momento do diagnóstico. A ecografia transvaginal pode mostrar sinais precoces deste tumor. Como é um exame simples e de baixo custo devemos realizá-lo anualmente em pacientes na faixa etária de risco.

3. Qual a importância de realizar esses exames?
É preciso conscientizar todas as mulheres que a realização de exames preventivos periódicos é fundamental para que o tratamento seja iniciado o mais rapidamente possível. Quanto mais precoce o diagnóstico e mais rapidamente for instituído o tratamento maior a chance de cura. O tratamento nas fases iniciais é simples e pode levar a cura clínica mantendo a mulher, mãe e esposa atuantes na sociedade.

4. O que é o HPV?
É um vírus que está presente em muitos dos casos de câncer do colo de útero, pode infectar homens e mulheres. Há mais de 200 tipos identificados, os HPVs 16 e 18 são responsáveis por 70% dos casos câncer de colo de útero e os 6 e 11 por 90% das verrugas genitais. A prevenção pode ser feita usando-se preservativos (camisinha) durante a relação sexual, para evitar o contágio.Mesmo com uso do preservativo ainda existe a possibilidade de contágio se o vírus estiver alojado em outros locais, fora do alcance do preservativo.

6. Existe vacina para HPV? Quando deve ser administrada?
Sim, e ela deve ser administrada em mulheres entre 9 e 26 anos que ainda não iniciaram atividade sexual. Em outros países a vacina pode ser administrada até 45 anos. A vacina é administrada em 3 doses (após a primeira dose, a próxima deve ser administrada em 2meses e a terceira após 6 meses da primeira). A vacina quadrivalente foi aprovada este ano pela ANVISA para ser administrada em meninos entre 9 e 26 anos.

7. O que podemos fazer no nosso dia a dia para prevenir o câncer ginecológico?
Além das consultas anuais ao seu ginecologista, podemos adotar hábitos saudáveis que podem diminuir a incidência dessa patologia.

Há muitos trabalhos científicos mostrando que a incidência destes tumores pode ser reduzida com uma alimentação rica em fibras e grãos (por exemplo, a linhaça) e a introdução de atividade física diária.

O tabagismo é um fator de grande relevância no aumento dos casos de tumor de mama. Deixar de fumar diminui muito a chance de se desenvolver esse tumor, assim como outros.

Visite nosso site: www.clinicaima.com.br.

facebook.com/institutodemedicinadearaucaria

Publicado na edição 1123 – 26/07/18

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*