Home / Colunas / Coluna do IMA / Sobre a memória

Sobre a memória


É cada vez mais comum, os pacientes procurarem os consultórios médicos e de neuropsicólogos reclamando que sua memória está ruim. Assim, abaixo segue algumas perguntas e respostas que podem ajudar todos a entender melhor como a memória é influenciada no dia a dia e, se necessário, buscar ajuda especializada.
1) A ansiedade afeta a memória?
Quando a pessoa está ansiosa, sua atenção, autopercepção e percepção do ambiente costumam ficar alterados, assim a qualidade de informação que se armazena ou que se busca evocar da memória tende a também ficar alterada, ou seja, em geral o excesso de ansiedade pode influenciar a memória.
2) Todos os idosos vão sofrer com falta de memória?

Não necessariamente, apesar dos processos mentais como a memória serem parecidos em todas as pessoas, cada uma tem certa peculiaridade e o modo como vivemos desde a infância influencia na qualidade de vida que teremos quando idosos, portanto nem todos os idosos têm alteração de memória.
3) Exercícios físicos são fundamentais para a saúde da memória?
Sim, pois através de exercícios físicos são liberados na corrente sanguínea e no cérebro uma série de substâncias que auxiliam o processo de armazenamento e evocação da memória.
4) Fortalecer a memória lendo livros, jogando xadrez ou fazendo palavras cruzadas ajuda a retardar as falhas de memória?
Existem evidências científicas de que quanto mais ativa é mente de uma pessoa, menor a probabilidade dela vir a sofrer com declínios cognitivos numa idade mais avançada. Assim, manter uma mente ativa inclui sim a leitura de livros sobre temas variados, jogar xadrez, palavras cruzadas e outras atividades que envolvem raciocínio, memorização, planejamento, atenção e outras funções cognitivas.
5) Todas as falhas de memória são sinais da Doença de Alzheimer?
Não, a Doença de Alzheimer é caracterizada principalmente pela perda de memória recente, em geral é quando a pessoa não consegue se lembrar de conversas e eventos relevantes que aconteceram com ela há pouco tempo.
6) Ter uma boa noite de sono ajuda a melhorar a memória?
Uma boa noite de sono é caracterizada quando a pessoa acorda com a sensação de descanso, se sentindo revigorada e isso auxilia a cognição a trabalhar com mais efetividade e, portanto influencia na qualidade do armazenamento e da evocação da memória.
7) Medicamentos naturais ajudam a melhorar a memória?
A utilização de medicamentos para melhorar memória deve ser realizada sempre mediante supervisão do médico, que será capaz de decidir qual a melhor estratégia terapêutica para cada pessoa.
Essas são algumas das perguntas mais comuns que encontramos, mas caso você mantenha hábitos de vida saudáveis e/ou seu padrão de capacidade de memória se modifique, indicamos que busque atendimento médico e a equipe de neuropsicologia pode ser acionada para “medir” o quanto suas funções cognitivas (memória, atenção, linguagem, entre outras) podem ou não estar alteradas.

Sobre Redação

Redação

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios *

*